César Leite, presidente do Grupo Processor. Foto: Divulgação.

A Processor lançou uma nova versão do Processor CRM, que chegou ao mercado com novas funcionalidades. 

A ferramenta ajuda as empresas a conhecerem melhor os seus clientes, gerando ganho de velocidade nos processos, aumento de vendas e retenção de clientes.

O CRM 2015 conta agora com o Social Listening, solução de monitoramento das redes sociais, que possibilita que as empresas conheçam e compreendam como sua marca e seus produtos estão sendo vistos na web. 

Para isso, a ferramenta realiza uma busca de informações relevantes para os negócios em plataformas como Facebook, Twitter, Linkedin, blogs e sites. A partir desses dados é possível compreender as tendências do mercado e ter insights mais rápidos e assertivos.

O BDM de Soluções da Processor, Leonardo Gondim, conta que com o Social Listening é possível detectar rapidamente interesses e problemas e, assim, antecipar ações de melhoria e correções. 

“É possível gerenciar indicadores de satisfação dos usuários das redes sociais sobre um novo produto lançado e saber quantas vezes e como a empresa foi citada”, acrescenta.

O ano de 2015 ganhou também uma versão mobile evoluída do CRM, que permite a realização de diversas ações por meio de smartphones e tablets, o que gera um significativo aumento de produtividade nas empresas.

Segundo o Executivo de Contas Sênior da Processor, Daniel Fucs, a solução conta com uma base única de informação, que possibilita ter uma visão de 360º dos clientes, e a compreensão de suas tendências de compra, problemas comuns, além da melhor forma de se comunicar. 

“O Processor CRM é uma plataforma estável e versátil, cujas funcionalidades nativas atendem muitos requisitos de negócios das empresas”, garante.

A solução Processor CRM atende a clientes como Cyrela, Accesstage e Rede de Hotéis Transamérica.

A Processor tem matriz em Porto Alegre e unidades em São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Minas Gerais, além de operações no Chile, Argentina e Estados Unidos.