Kasim Alfalahi, fundador e diretor executivo da Avanci. Foto: Divulgação.

A Avanci lançou nesta semana o primeiro marketplace para patentes licenciadas de tecnologia wireless focadas em internet das coisas (IoT), na sigla em inglês.

A plataforma reúne patentes wireless das marcas Ericsson, Qualcomm, InterDigital, KPN e ZTE. No marketplace, as patentes ficam disponíveis com uma única licença para os fabricantes de dispositivos de IoT que estão adicionando conectividade em seus produtos.

A empresa relata que pode ser complicado para muitos fabricantes que entram no setor de IoT determinar quais licenças de patentes são necessárias para permitir a conexão e qual o preço justo a se pagar. 

A Avanci pretende simplificar este processo, oferecendo uma única licença para patentes detidas por muitas empresas em condições razoáveis. As empresas terão um preço fixo transparente para cada dispositivo, que irá variar de acordo com o valor da tecnologia traz para o dispositivo.

"Com Avanci, algo que exigiria tempo e recursos para negociar com muitos detentores da tecnologia agora pode ser feito em um só lugar, com uma licença, permitindo às empresas de manufatura acesso à tecnologia sem fio, enquanto eles se concentram em trazer novos produtos ao mercado," disse Kasim Alfalahi, fundador e diretor executivo da Avanci.

A empresa, inicialmente, concentra seus esforços no licenciamento de tecnologias 2G, 3G e 4G para carros conectados e medidores inteligentes, com planos para expandir rapidamente para outras áreas de produtos de IoT.

"O número de empresas que incorporam a conectividade em seus modelos de negócios está aumentando rapidamente. Por ter um acesso eficiente à tecnologia wireless essencial e alavancar a rede global, essas empresas podem reduzir o tempo de mercado e alcançar uma escala mais rápida", disse Gustav Brismark, chefe de propriedade intelectual da Ericsson.

A Ericsson tem feito campanha há cerca de um ano sobre a necessidade de novas práticas de licenciamento para internet das coisas. Alfalahi, o fundador da Avanci, é um ex-executivo da Ericsson, explica o Wall Street Journal.