CONTEÚDO

Americanas compra Skoob

16/09/2021 10:52

Rede social colaborativa tem como ponto de interesse as avaliações de livros.

Segmento literário é considerado porta de entrada de novos clientes no e-commerce. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Americanas, uma das maiores redes varejistas brasileiras, anunciou a aquisição da Skoob, rede social colaborativa que tem a literatura como principal foco.

A companhia não revelou o valor da transação, que foi realizada por meio da IF Capital, braço de inovação e aquisições da Americanas.

Lançada em 2009, a carioca Skoob (books ao contrário) conta com funcionalidades como uma biblioteca virtual, que permite a organização de leituras atuais, concluídas e futuras, acesso a resenhas e avaliação de obras, além de interação entre leitores, editoras e autores.

A plataforma e o app também permitem interatividade com outras redes sociais e sites de e-commerce através de um programa de afiliados.

A Skoob conta com mais de 8 milhões de usuários, a maioria na faixa etária de 16 a 34 anos, que já realizaram mais de 45 milhões de avaliações de obras na plataforma.

Segundo a Americanas, os reviews aumentam em até 40% a conversão da categoria de livros, segmento do e-commerce que se destaca como porta de entrada de novos clientes, com um custo de aquisição de cliente 3,6 vezes menor que a média e uma frequência de compra 50% maior.

"A aquisição é um movimento estratégico da Americanas S.A. para ser ainda mais relevante no dia a dia dos clientes. A Skoob soma conteúdo e conhecimento do universo literário para as nossas marcas, principalmente Americanas e Submarino, estimulando o engajamento dos clientes com informação qualificada a partir de recomendações relevantes de leitores frequentes”, explica Marcio Cruz, CEO da plataforma digital da Americanas.

De acordo com o executivo, a consequência é o alcance de novos clientes e o aumento da recorrência de compras no e-commerce da companhia, que já conta com mais de 49 milhões de clientes ativos,  expandindo o seu alcance.

Segundo uma pesquisa feita em conjunto pela Nielsen BookScan e o Sindicato Nacional dos Editores de Livros (SNEL), o segmento literário vendeu quase 32 milhões de exemplares entre janeiro e agosto deste ano e registrou crescimento de 40% no mesmo período.

Para o site NeoFeed, o anúncio da Americanas reforça um movimento recente de investimentos na área de conteúdo por parte das grandes varejistas do país, de olho justamente na conversão de clientes para as suas plataformas.

Em agosto de 2020, a Magazine Luiza comprou o Canaltech, que tinha uma base mensal de 24 milhões de visitantes únicos, além de 2,5 milhões de usuários inscritos em seu canal do YouTube, com uma média de 8 milhões de visualizações mensais.

Seis meses antes, a varejista já tinha adquirido o marketplace de livros Estante Virtual e, em outubro do ano passado, comprou a ComSchool, plataforma de cursos de e-commerce e performance digital.

Em abril deste ano, a rede anunciou a compra do Jovem Nerd, plataforma de conteúdo voltada ao público geek, com mais de 5,5 milhões de inscritos em seus canais no YouTube e dona de programas como NerdCast, NerdOffice e NerdPlayer.

Em dezembro do ano passado, o grupo SBF, controlador da Centauro, desembolsou R$ 60 milhões para comprar o Grupo NWB, detentor dos canais Desimpedidos, Acelerados, Fatality e Falcão 12, além de 80 afiliados.

Uma base de mais de 81 milhões de seguidores no Instagram e 73 milhões de inscritos no YouTube foram alguns dos números que atraíram o interesse da dona da Centauro pelo ativo.

Veja também

APORTES
Sabini Jr tem fundo focado em retail techs

Meta é investir R$ 100 milhões em até 15 startups focadas em soluções para o varejo.

REFORÇOS
Klassmann, ex-Agibank, é CFO na Appmax

Startup gaúcha está contratando profissionais experientes para o time.

LOGÍSTICA
Total Express tem novo head de tecnologia

Juliano de Conti chega com foco na expansão da empresa, principalmente no setor de e-commerce.

CARREIRA
Senior tem novo diretor de agronegócios

Fernando da Silva era head de ERP da empresa há 10 anos.

VAREJO
C&A implanta RFID em 200 lojas

Tecnologia é da Sensormatic Solutions, que fez projeto piloto em 10 unidades da rede.

CONTEÚDO
Evento reúne CEO’s e líderes de empresas para falar de logística e mercado

Logística Brasil é gratuito e tem palestrantes de empresas como Brinks, Arezzo & Co, Tetra Pak, Magalu e 3M.