Sinodal é uma referência em ensino. Foto: divulgação.

O Sinodal, de São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre, é o primeiro colégio da América Latina a ingressar no  programa SAP University Alliances. No Brasil, 64 organizações fazem parte da iniciativa, mas todas são universidades.

“Além de enriquecer o ensino superior, o SAP University Alliances também atende, através do Projeto Young Thinkers, crianças e adolescentes entre 10 e 18 anos das escolas de níveis fundamental e médio”, destaca Victor Hugo Farias, Gerente Nacional de University Alliances no Brasil. 

Para alunos dessa idade, a organização desenvolveu materiais especiais focados em Tecnologia, Matemática, Ciências e Engenharia. 

No Sinodal, um colégio particular tradicional que fica na mesma cidade do SAP Labs Latin America, os projetos serão focados inicialmente em alunos do terceiro ano do ensino médio, pois irão abordar as opções do mercado de trabalho.

“Os alunos terão a oportunidade de conhecer a tecnologia SAP e poderemos prepará-los para o mercado com mais um diferencial. Ao longo do projeto, as ações poderão ser estendidas para alunos de outras idades, pois é importante abordar a tecnologia desde cedo para despertar interesse”, salienta Dennison John, presidente do SAP Labs Latin America. 

No Sinodal o assunto faz parte do currículo regular dos estudantes. A disciplina “tecnologia e estratégia” está presente na escola desde a educação infantil até o ensino médio. Além disso, há uma equipe de robótica composta por 40 alunos de idades entre 12 e 16 anos.

“A ideia da disciplina é mostrar a tecnologia como algo natural para os estudantes. São abordados conceitos de programação e mecânica, mas também apresentadas áreas de jogos digitais e efeitos especiais para o cinema”, explica Jorge Jardim, coordenador de estratégia de tecnologia do Sinodal.

A primeira atividade do SAP University Alliances com o Sinodal é um desafio que envolve também alunos de graduação da Unisinos e a prefeitura de São Leopoldo.

As secretarias de Educação, Saúde, Segurança e Serviços Públicos da cidade apresentaram quatro problemas para serem selecionados por grupos de estudantes. Eles têm um mês para desenvolver e aplicar uma solução.

O SAP Labs também receberá um grupo de alunas do Sinodal para falar sobre as mulheres na TI. Elas poderão conhecer o ambiente e conversar com gerentes e diretoras sobre o mercado do ponto de vista feminino.

O Sinodal é um colégio considerado referência no Rio Grande do Sul. A escola foi a quarta melhor do estado em relação às notas do ENEM de 2014.

Segundo John, a ideia da SAP é contar com mais colégios, além de universidades, no programa educacional. Até o final do ano serão apresentadas novas parcerias, que estão em fase de estruturação com a empresa.

O SAP Labs já é um dos maiores empregadores na área de TI do Rio Grande do Sul, junto com operações semelhantes mantidas pela Dell e HP em Porto Alegre. A meta do centro é fechar o ano com 800 funcionários.

Um bom trabalho junto a instituições de ensino é fundamental para o SAP Labs: profissionais com cinco anos de experiência compõem 61% do quadro, com uma média de idade de  29 anos. Dos contratados, 86% se formaram nos últimos dois anos.

A empresa consegue reter os funcionários, com uma rotatividade de 6,8%, frente a uma média de mercado na faixa dos 20%. A taxa de retenção dos estagiários é alta (85%), assim como o número de funcionários que foi estagiários (17%). 

Os índices de promoção são da ordem do 30% do quadro anual e as posições de gerência são ocupados em 90% por funcionários promovidos.