A Cred-System administra cartões de crédito. Foto: Pixabay.

A Cred-System, administradora de cartões de crédito, contratou a tecnologia de assistente virtual da Neobpo para atender os clientes da empresa via WhatsApp.

Batizada de Cleo, a plataforma vai realizar serviços como consultas de saldos e limites, descrição de compras realizadas no cartão, emissão de 2ª via de boleto e parcelamento de fatura.

Segundo a Cred-System, a solução foi desenvolvida para atender uma demanda de novos clientes que, embora já acessem outros canais digitais da companhia, buscam ter um atendimento mais personalizado.

“A Cred-System vem redesenhando alguns de seus processos, com base em soluções digitais, a fim de melhorar a eficiência e, principalmente, a experiência dos clientes. Entendemos que o autosserviço traz exatamente essa melhoria”, afirma explica Márcio Pinheiro, head de Inovação da empresa.

Para construir a solução, que está em fase piloto, a Neobpo mapeou o perfil dos clientes da Cred-System e desenvolveu três personas. 

Identificando os sinais que as diferenciam, a assistente virtual irá interagir de forma diferenciada com cada uma delas.

“Por meio da nossa solução, será possível identificar melhor quem é o cliente que interage com a marca. Além disso, a capacidade de atendimento aumenta para 24 horas por dia, sete dias por semana”, ressalta Rodrigo Alves, consultor sênior de pré-vendas e soluções da Neobpo.

Um levantamento feito pela Wavy, empresa do Grupo Movile especialista em soluções de customer experience, mostrou que o contato por WhatsApp gera uma economia de 80% a cada atendimento, em comparação com o uso do call center. 

Desde 1996 no mercado, a Cred-System realiza concessão de crédito para clientes das classes econômicas emergentes, não bancarizados e autônomos. Presente em sete estados, a empresa paulista afirma realizar milhões de transações a cada ano.

A Neobpo oferece soluções, tecnologia e serviço de BPO, aliando consultoria CX, UX e Design Thinking. A empresa tem 16 mil colaboradores, sede em São Paulo e 11 unidades no sudeste e nordeste do Brasil.

Recentemente, o controle da companhia foi assumido por Luiz Mattar, CEO da TIVIT, e pela empresa Sharpen Capital, de serviços financeiros.