Jean Carlos Borges, presidente da Algar Telecom. Foto: Divulgação.

A Algar Telecom, empresa de telecomunicações e TI do grupo Algar, registrou lucro líquido de R$ 42 milhões no terceiro trimestre de 2015. O valor é 13% superior ao registrado no mesmo período de 2014. 

O EBITDA consolidado cresceu 19% quando comparado ao 3T14, atingindo R$ 177,5 milhões.

A Algar Telecom apresentou alta de 14% nas receitas de telecom do segmento corporativo, 18% nas receitas de voz móvel e 15,5% na base de acessos móveis, atingindo 1.243 mil clientes no 3T15.

No 3T15 foram investidos R$ 123,5 milhões, ante R$ 107,1 milhões no mesmo período do ano anterior. Neste montante, 66% foram destinados à expansão das redes, com destaque para maior oferta de serviços de dados ao mercado corporativo e para modernização e ampliação das redes de banda larga. 

Outros 9% foram direcionados para o crescimento dos serviços de soluções integradas de TIC e BPO, e 25% para garantir a manutenção e a qualidade das operações.

“Nosso intuito é proteger a base de clientes do segmento varejo, expandir o segmento corporativo e melhorar a eficiência operacional. A qualidade no serviço e o relacionamento com os clientes também estão na estratégia central da companhia”, afirma o presidente da Algar Telecom, Jean Carlos Borges.

A Algar Telecom encerrou o terceiro trimestre de 2015 com 3,3 milhões de Unidades Geradoras de Receitas (UGR) em seu negócio Telecom, uma adição de 10,5% em relação ao mesmo período de 2014, impulsionada, principalmente, pelos serviços de telefonia móvel e fixa, que cresceram 15,5% e 10,6%, respectivamente. 

O negócio de soluções integradas de TIC e BPO registrou R$ 218,1 milhões de receita bruta, incremento de 3,9% se comparada à do 3T14.Ao final do 3T15 as receitas de TI já representavam 52% da receita total desse negócio.

No início de novembro, a Algar Telecom anunciou a aquisição da Optitel, empresa de telecomunicações sediada em Balneário Camboriú. O negócio foi fechado em R$ 56,65 milhões.