COMÉRCIO EXTERIOR

Conexão Marítima usa ERP da Gett

16/12/2013 15:36

O software é modular, hospedado na nuvem da AWS e desenvolvido para o setor de comércio exterior. 

Empresa desenvolve e implanta soluções logísticas customizadas. Foto: flickr.com/photos/s_volenszki.

Tamanho da fonte: -A+A

A importadora Conexão Marítima implantou o ERP Smarter da Gett com o objetivo de aprimorar e agilizar o processo de geração de nota fiscal. 

O software é modular, hospedado na nuvem da AWS e desenvolvido para o setor de comércio exterior. 

“Toda a cadeia logística (operação e venda de mercadoria) necessita da Nota Fiscal de importação. Esse documento precisa ser emitido rapidamente e com o Smarter fizemos isso em apenas alguns cliques”, conta o analista de implantação da Conexão Marítima, Ricardo Kleis.

O ERP foi criado no início desse ano com a intenção de complementar a ferramenta CMX, que realizava apenas a emissão de NF-e. Cerca de 150 empresas utilizam o software. 

Com uma área total de 350 mil metros quadrados, a Conexão Marítima desenvolve e implanta soluções logísticas customizadas. Com sede em Itajaí, no litoral catarinense, a empresa atua no segmento de centro de distribuição (CD) retroportuário, com serviços de movimentação, unitização, desunitização, pré-stacking, fretes e armazenagem de contêineres e mercadorias.

A Gett abriu as portas na incubadora do Instituto Gene e após um ano e meio de incubação, fechou o primeiro contrato em 2010, com o CMX, passando a atender exclusivamente empresas importadoras e distribuidoras de produtos importados.

A companhia, que não divulga faturamento, tem crescido a uma média de 100% ao ano, mas em 2013 já se expandiu 65% no primeiro semestre e mira mais 100% para o segundo, em relação ao período anterior.

No geral, a carteira da empresa reúne nomes como Susci Metais, do Rio de Janeiro, Carina Despachos, de Santos, Mistura Sana, de Niterói, Zion Trade, de Maceió, Global Partners, de Brusque, Gett Trade, de Navegantes com filial em São Paulo, Welfare, de Blumenau e Overseas Trading, de Indaiatuba e Florianópolis, entre outros.

Veja também

6.06 E GUEPARDO
ALL faz upgrade do SAP com FH

Empresa de logística migrará da versão 4.7 do SAP, também implantada pela FH lá pelos idos de 2005, para o 6.06.

GESTÃO ESPECIALIZADA
Mega fatura R$ 59 mi e mira logística

Historicamente, a construção é o principal setor no portfólio da companhia. Agora, meta é fortalecer a logística, que só de 2011 para 2012 cresceu 45% nas vendas.

ALL, ENGESIS E DAIKEN
ART é gigante de TI para ferroviário

Fusão envolvendo fundo Darby, Daiken Ferroviária e Engesis comprou a ALL Rail Technology, subsidiária de tecnologia da ALL, e criou player mundial brasileiro no segmento de sistemas de gestão de empresas do segmento ferroviário.

GUINADA
Gett entra em ERP para comércio exterior

Empresa que há cinco anos oferecia solução para NF-e de importação encerrou o produto, lançou um ERP na nuvem da AWS e quer dobrar a receita neste semestre.