CONTROLE

Polícia Federal tem projeto com Stefanini

16/12/2019 16:45

Solução integrada com a Receita busca coibir o desvio de produtos químicos.

Serão 123 unidades da Polícia Federal atendidas pelo sistema. Foto: divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A Polícia Federal implantou em sua Divisão de Controle de Produtos Químicos o projeto da Stefanini, multinacional brasileira de tecnologia, para coibir o desvio deste tipo de produto.

Batizado de Siproquim 2, o funcionamento do projeto está integrado com a Receita Federal do Brasil. A licitação aconteceu no âmbito da Diretoria de Tecnologia da Informação e Inovação da Polícia Federal (DTI/PF).

Segundo a empresa, a solução reduziu drasticamente o trabalho do homologador, que atualmente assina em torno de cem certificados por dia. 

O novo sistema prevê que isso seja feito com alguns cliques, garantindo redução de trabalho, gastos com deslocamento, impressão e malotes.

Serão 123 unidades da Polícia Federal atendidas pelo sistema, divididas em 27 superintendências e 96 delegacias em território nacional.

O go live aconteceu no mês de setembro 2019, com os módulos de autoatendimento, cadastro e mapas. 

Até o final do ano, a expectativa da empresa é acrescentar os módulos de fiscalização e o processo administrativo.

“Durante a implementação do projeto, o maior desafio foi a capacitação do setor regulado (usuários externos) e, também, dos servidores (usuários internos). Temos a obrigatoriedade de responder aos questionamentos formulados para que possam informar corretamente os dados no sistema”, afirma Tarcísio Medeiros Nogueira Fernandes, delegado da PF.

Outros desafios ficaram por conta da estabilização do sistema, ajustes pontuais, melhoramentos, bem como amadurecimento da integração com outros órgãos, inclusive com a Receita Federal do Brasil.

O projeto dará continuidade às tratativas para integração com outros sistemas corporativos, assim como com os da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN) e Ministério da Economia.

A Stefanini é uma multinacional brasileira com 32 anos de atuação no mercado e está presente em 41 países. Entre as suas soluções, estão ofertas voltadas para as áreas de automação, cloud, Internet das Coisas (IoT) e User Experience (UX). 

A empresa fechou 2018 com um faturamento de R$ 3 bilhões, uma alta de 7% frente aos resultados do ano anterior.

Veja também

ENTERPRISE
Stefanini vende Apple no corporativo

Até agora, só Fast Shop, iPlace, IBM e PromonLogicalis atendiam o segmento.

LIDERANÇA
Stefanini Brasil tem novo CEO

Marcelo Ciasca era CEO para a América Latina, baseado na Cidade do México.

C-LEVEL
Stefanini: curso chique no último na França

Alguns dias perto de Paris, ouvindo sobre transformação digital. Parece uma boa ideia.

CNI
Stefanini preside Fórum de Empresas Transnacionais

A organização é composta por empresas brasileiras com investimentos produtivos no exterior,

EXPANSÃO
Stefanini inaugura centro de inovação no México

O novo ambiente contará com 185 colaboradores da empresa.

BANCOS
Stefanini treina HSBC Argentina em Cobol

Banco argentino formou 10 profissionais na velha linguagem de programação.

DATA CENTER
Stefanini compra 60% da TecCloud

Adquirida é uma empresa de tecnologia discreta do grupo Corrêa da Silva.

ATENDIMENTO
D-Link lança chatbot com Stefanini

A ferramenta é uma versão customizada da Sophie, plataforma de inteligência cognitiva da Stefanini.

MUDANÇA
Barradas deixa a Stefanini

Em fevereiro, ele passa a atuar na Azion.

ATENDIMENTO
Usiminas lança chatbot com Stefanini

A Stefanini desenvolveu uma plataforma cognitiva com o sistema Sophie voltada para atendimento virtual.