Fábio Rodrigues, CEO da Novidá. Foto: divulgação.

A Rhodia, empresa do grupo belga de produtos químicos e plásticos Solvay, contratou a solução para gestão de pessoas da Novidá, startup que trabalha com monitoramento de colaboradores e equipamentos.

A tecnologia foi utilizada na unidade têxtil da companhia, localizada em Santo André, em São Paulo, para monitorar o cumprimento das pausas obrigatórias dos colaboradores.

Pela lei, os colaboradores da empresa devem realizar uma pausa de 15 minutos a cada três horas trabalhadas.

Segundo a Novidá, os gestores não conseguiam ter esse controle de pausas e garantir que todos os intervalos fossem cumpridos de uma forma confiável e segura. 

A fábrica, uma das sete que a empresa mantém no Brasil, conta com 970 empregados.

Para atender a essa demanda, a solução da Novidá instalou sensores de internet das coisas (IoT) nas duas áreas que a Rhodia tem para descanso. 

Paralelamente, cada colaborador recebeu um crachá com sensores de IoT. Dessa forma, quando um funcionário entra na área de descanso, é possível identificar que o período de pausa está sendo cumprido.

Na plataforma web da Novidá, os gestores conseguem visualizar, em histórico ou tempo real, se os colaboradores estão realizando as paradas diárias. 

“E uma ação prática de educação dos funcionários, evitando problemas trabalhistas e reduzindo drasticamente os custos com multas. Nossos clientes já têm conseguido capturar ganhos reais de até 20% em suas operações com o uso da nossa plataforma”, conta Fábio Rodrigues, CEO da Novidá.

Segundo a Novidá, a tecnologia pode ser expandida para outras áreas da empresa, como a linha de produção. Neste caso, seria possível medir tempos e movimentos que acontecem no local, avaliar a performance individualmente e identificar gargalos na operação.

Criada em 1863, na Bélgica, a Solvay está presente em 62 países. Em 2011, as marcas Solvay e Rhodia se uniram, formando o grupo. A marca Rhodia foi mantida no Brasil, devido à sua força no local. 

Hoje são nove unidades no Brasil, sendo as sete fábricas e um dos escritórios no estado de São Paulo, além de um escritório em Curitiba.

Mundialmente, as vendas líquidas da empresa fecharam o ano de 2018 em € 10,3 bilhões.

Criada em 2012 e lançada no mercado em 2016, a Novidá é uma startup que une IoT, IA e tracking de precisão. 

Incubada no Centro de Inovação, Empreendedorismo e Tecnologia da USP (Cietec), ela foi idealizada pelo economista Fábio Rodrigues (CEO), e pelo engenheiro Luis Botura, que ocupa a função de COO.

Em 2019, a empresa afirma ter crescido nove vezes em relação ao ano anterior, triplicando a base de clientes e dobrando a equipe. Entre os clientes atendidos estão Gerdau, Boticário, FCA, Solvay, Embraer, Sodexo e Ornare.