São José fica ao lado de Florianópolis. Foto: divulgação.

A prefeitura de São José, cidade localizada na grande Florianópolis, deve sancionar nos próximos dias uma lei que reduz de 3% para 2% a alíquota do Imposto Sobre Serviço (ISS) para empresas de base tecnológica.

O ISS é um tributo municipal, cuja alíquota pode variar entre 2% e 5%. 

Segundo o site SC Inova, a medida vai fazer com que as principais cidades da região metropolitana tenham o mesmo percentual do imposto. A redução deve valer a valer a partir de 2020.

São José conta hoje com mais de 300 empresas da área tecnológica instaladas, uma média de cinco mil colaboradores e faturamento que ultrapassa R$ 650 milhões, o que representou 13% do fluxo econômico municipal em 2018. 

De acordo com as informações do site, o volume poderia ser maior.

“Muitas empresas deixavam de se instalar na cidade em função da diferença de tributação. Com a mudança, as expectativas são as melhores possíveis”, afirmou Waldemar Bornhausen, secretário de desenvolvimento econômico do município, ao SC Inova.  

A grande Florianópolis representa 42,5% do PIB de tecnologia de Santa Catarina, segundo  estudo Acate Tech Report. 

São José fica ao lado da capital catarinense e tem uma população estimada de mais de 242 mil habitantes.

Em agosto deste ano, foi inaugurado o Centro de Inovação de São José, operado em conjunto pela Associação Catarinense de Tecnologia, o Grupo Dimas e a prefeitura local. 

No local, funciona um laboratório de inovação aberta para conectar tradicionais empresas da região  – como a varejista Koerich, a Intelbras (TI e telecom) e a Dimas (construção civil e concessionárias)  – a startups. 

Outra iniciativa em conjunto com o ecossistema de tecnologia é a instalação de uma unidade da aceleradora de startups de hardware Hards no campus local da Univali.