O lugar certo para conseguir uma vaga. Foto: Pexels.

Profissionais que procuram emprego por aplicativos de celular recebem 50% mais contatos de recrutadores.

Pelo menos, é o que aponta a Catho, que fez uma comparação entre os resultados dos clientes por meio do seu app e da versão tradicional, no desktop.

Os usuários mobile também se candidatam mais, aplicando para vagas 45% mais do que por meio do desktop.

O principal motivo é que quem busca trabalho pelo celular busca vagas por mais tempo do que quem procura no PC, aponta a Catho, que não chegou a abrir os números. 

Os dados são mais interessantes porque o software que atribui vagas aos interessados é o mesmo, o que torna a diferença uma questão apenas de padrão de uso nas duas plataformas.

"O app, naturalmente, torna o usuário mais engajado já que está conectado o tempo todo. Seja em um trajeto de ônibus, na fila do banco ou aguardando uma consulta médica, a pessoa acessa prontamente todos os recursos da plataforma. O uso é intuitivo e permite que ele preencha todos os dados e busque seu novo emprego", explica Rafael Stille, diretor de Produtos e Estratégia da Catho.

Preencher dados é chave. Segundo dados Catho, 74% dos recrutadores reclamam de receberem currículos com números de telefone e e-mails desatualizados, o que diminui as chances.

A Catho faz parte do grupo Seek, líder mundial em recrutamento online e considerada a companhia mais inovadora da Austrália. A empresa tem 800 funcionários no Brasil.