Funcionário da EDP em ação. Foto: EDP - Divulgação.

A EDP Brasil, uma das maiores empresas privadas do setor elétrico brasileiro, adotou o Concur Expense da SAP para automatizar o processo de reembolsos de despesas de viagens e gerenciar os relatórios de prestação de contas dos cartões corporativos de toda a operação.

O software será usado por 3 mil colaboradores diretos no país. É um número significativo: ao todo, a empresa emprega 10 mil pessoas, entre diretos e terceirizados.

Anteriormente, as solicitações de reembolso eram realizadas a partir de um portal de serviços e o colaborador precisava preencher todas as informações manualmente, anexar recibos e enviar à área responsável pelo lançamento. 

Com a digitalização do processo, o funcionário passou a solicitar o reembolso diretamente no aplicativo no celular, tirando uma foto dos recibos e encaminhando para aprovação, sem a necessidade de impressão.

Alecsandro Possenti, especialista de TI da EDP Brasil, explicou que a implementação foi realizada em etapas, mas que o processo foi acelerado pela rápida adesão dos colaboradores. 

“O Concur proporcionou agilidade, controle e eficiência no processo”, afirma Possenti, destacando que o tempo médio de aprovação caiu de cinco para até três dias. 

A EDP já utiliza o sistema de gestão SAP ECC e o novo projeto contou com a participação das áreas de TI e Contas a Pagar. 

Com mais de 20 anos de atuação, a EDP atua em Transmissão, Comercialização e Serviços de Energia, e possui seis unidades de geração hidrelétrica e uma termelétrica. 

Em distribuição, atende cerca de 3,5 milhões de clientes em São Paulo e no Espírito Santo, além de ser a principal acionista da Celesc, em Santa Catarina. 

Nos últimos anos, a SAP conseguiu emplacar alguns grandes projetos de Concur no país.

Um case recente é na ArcelorMittal Brasil, onde a solução está disponível para cerca de 7 mil funcionários no Brasil e México. Outros usuários incluem Tigre, Grupo Pão de Açúcar e CPFL Energia.

A empresa projetava fechar 2019 com 100 profissionais dedicados ao produto no país.