Um péssimo momento para falhas em sistemas de videoconferência.

O Teams, ferramenta de chat e comunicações da Microsoft, saiu do ar na Europa por duas horas na manhã desta segunda-feira, 16, um dia no qual milhares de funcionários pelo continente precisavam do serviço mais do que nunca.

A gigante confirmou o problema, que teria afetado apenas “alguns clientes na Europa”.

Mais do que a falha, o problema é o timming, uma vez que muitas empresas estão incentivando o home office no velho continente, tido como o novo epicentro da pandemia do coronavírus.

Provavelmente, a alta demanda está por trás dos problemas de estabilidade.

O Xbox Live, versão online dos videogames Xbox, esteve fora do ar também na segunda, quando o total do usuários chegou a 20 milhões, um recorde.