SAÚDE

ViBe recebe aporte de US$ 2,5 milhões

17/03/2020 15:20

Primeira rodada de investimentos da startup foi liderada pelo fundo sueco Webrock Ventures.

Plataforma faz atendimento primário para evitar o uso desnecessário do plano de saúde. Foto: Pexels.

Tamanho da fonte: -A+A

A ViBe-VivaBem, startup que faz atendimento primário para evitar o uso desnecessário do plano de saúde, acaba de receber um aporte de US$ 2,5 milhões em sua primeira rodada de investimentos, liderada pelo fundo sueco Webrock Ventures.

Fundada em 2018, a healthtech possui um aplicativo que utiliza a gamificação para estimular o engajamento em hábitos saudáveis, oferecendo linhas de cuidado para gestão de crônicos e tele-orientação com médicos da família, enfermeiros, psicólogos, e nutricionistas. 

A plataforma também oferece prescrições eletrônicas, avaliações de risco à saúde e conexões com dispositivos vestíveis via app, além de uma plataforma de BI para os RHs, médicos ocupacionais e corretoras de saúde.

Todas as funções do aplicativo são integradas com corretoras, ambulatórios e hospitais ou operadoras.

Focada no mercado B2B, a ViBe já possui mais de 20 clientes corporativos, que podem aderir por meio de uma taxa mensal por colaborador ou com pagamento por uso sob demanda. O número de usuários do aplicativo já chega a 65 mil. 

A startup também está desenvolvendo produtos focados no mercados PME e B2C.

Além do valor do aporte, que vai para a expansão dos serviços da startup no Brasil, a ViBe vai combinar seu serviço com o da Doktor.se, empresa sueca que possui um sistema de triagem que utiliza inteligência artificial para agilizar o atendimento.

“Aliada às atuais funcionalidades de monitoramento e engajamento em hábitos saudáveis e às linhas de cuidado para pacientes crônicos, oferecemos uma plataforma completa e integrada, semelhante aos chineses Ping An Good Doctor e WeDoctor", afirma Ian Bonde, co-fundador e CEO da ViBe.

Em 2019, foram investidos US$ 600 milhões no mercado de saúde digital na Suécia e cerca de 20% da população já usa aplicativos de saúde para o primeiro contato.

Com essa mudança de cultura, a ViBe afirma que é possível ter um cuidado integrado de serviços de saúde, evitando idas desnecessárias ao pronto socorro e reduzindo o uso do plano de saúde, além de integrar todos os dados dos usuários para o seu acompanhamento.

"Estamos empolgados em trabalhar com a ViBe para oferecermos acesso à assistência médica de qualidade no Brasil. O foco na saúde primária digital está apenas começando no país e ainda veremos muita inovação neste mercado", afirma Joakim Pops, CEO da Webrock Ventures.

Com a crise do coronavírus, a empresa habilitou um chat gratuito para que as pessoas possam tirar dúvidas sobre a doença diretamente com médicos e enfermeiros.

Veja também

BRASIL
Coronavírus chegou. Setor de TI vai fazer algo?

Casos devem ter crescimento exponencial. Ainda não se veem medidas das empresas.

CARREIRA
PUCRS Online: novas possibilidades de pós-graduações em tecnologia e negócios

Conheça os cursos que já impulsionaram mais de 25 mil profissionais por todo o Brasil e contam com Phil Simon como professor convidado.

CERVEJARIA
Dogma controla produção com Business One

Com implantação da ManyMinds, software é uma versão especializada para o segmento.

PESQUISA
Qualirede tem projeto de IA na saúde com Feesc

O projeto será desenvolvido pelo Laboratório de Circuitos e Processamento de Sinais (Linse) da UFSC.

TENDÊNCIA
Grupo da PUC-RS lança guia sobre dados para hospitais

A ideia é direcionar o desenvolvimento de uma equipe de ciência de dados para o ambiente hospitalar. 

GOVERNO
SP lança app para agendar serviços de saúde

O aplicativo já está disponível em Ribeirão Preto.

PREFEITURA
Suzano: atendimento digital de saúde com MTM

O Saúde Suzano busca facilitar o acesso da população a informações de interesse e serviços.

SAÚDE
Kinea compra participação no CCG

A empresa espera superar a Unimed no mercado da região metropolitana de Porto Alegre.

MACHINE LEARNING
Brasileiros ganham medalha de ouro em desafio de saúde

A competição contou com mais de 1,4 mil equipes inscritas no mundo todo.

EQUIPE
Infor tem novo diretor focado em saúde

Claudio Santos já atuou como diretor de desenvolvimento de negócios da Wolters Kluwer.