Leandro, Eduardo e Cristhiano, os fundadores da Darvyn. Foto: Divulgação.

Os fundadores da Accera, Eduardo Kazmierczak Neto, Cristhiano Faé e Leandro Gabrieli, acabam de lançar no Brasil a healthtech Darvyn, startup com foco em atender demandas de saúde e bem-estar masculinas.

A nova empreitada é muito diferente da Accera, uma companhia de gestão da cadeia de suprimentos adquirida pela líder do setor Neogrid em 2018. Faé e Kazmierczak chegaram a assumir cargos na Neogrid, saindo agora para montar um novo negócio.

“Como bons empreendedores decidimos colocar a mão na massa novamente. Sempre tivemos desejo de ter um projeto onde pudéssemos colocar em prática uma experiência, um serviço para clientes, e acabamos caindo no mercado de saúde pela dimensão e tamanho da oportunidade. É muito claro que esse mercado é um ‘trillion dollar market’ em qualquer ângulo”, conta Faé.

Por meio de um fluxo 100% virtual a solução de telemedicina se propõe a acompanhar a jornada de autocuidado dos homens brasileiros. 

Inicialmente a Darvyn oferece apenas serviço 360 de tratamento para queda de cabelos, mas tem planos para lançar ainda em 2021 tratamentos para saúde sexual masculina, de pele e mais.

“No caso da queda de cabelo, hoje existe muita informação incorreta sobre os tratamentos e produtos disponíveis no mercado. Muitos homens acabam se arriscando por contra própria, se decepcionando, ou deixando a saúde e o cuidado para depois”, explica Faé.

O serviço da Darvyn exige um cadastro no site da empresa e preenchimento de um questionário para a avaliação dos especialistas. A partir disso a consulta por vídeo é agendada e, então, é feita a prescrição personalizada do tratamento, que promete chegar até o cliente de maneira discreta.

De acordo com Faé, 50% dos clientes da startup estão no Sudeste do país e 30% na cidade de São Paulo.

“Nós trabalhamos com produtos que são consagrados na medicina há décadas e apostamos forte no acompanhamento feito pelo time de especialistas da Darvyn que passa a percorrer toda a jornada dos tratamentos de forma muito próxima a cada um dos pacientes”, conta Eduardo Kazmierczak Neto, co-fundador da healthtech.

Faé conta ainda que a startup foi inspirada pela plataforma de telemedicina americana com base em San Francisco Hims, fundada em 2017.

Segundo a empresa de pesquisa de mercado PitchBook, a Hims levantou U$ 100 milhões em uma rodada de arrecadação privada em 2019 e foi avaliada em U$ 1 bilhão.

Fundada em 2002 em São Leopoldo, cidade e polo universitário próxima de Porto Alegre, a Accera fazia parte do segmento de tecnologia e conectava e consolidava milhões de informações de venda para empresas como P&G, L’Oréal, Unilever, Heineken e Bayer.

Além disso, tornou-se referência no mercado, com mais de 200 clientes e 200 funcionários, tornando os fundadores em Empreendedores Globais Endeavor, uma das distinções mais relevantes no universo do empreendedorismo.