Palmas teve um incremento de quase 70% na arrecadação. Foto: Divulgação.

A Secretaria Municipal de Finanças de Palmas (Sefin), investiu na implantação do módulo de arrecadação da Prodata, empresa de software de gestão. O programa gerencia o recolhimento de tributos no município e possibilita uma fiscalização mais rigorosa.

O módulo foi implantado primeiramente na versão Dataflex. Entre março e agosto de 2013, foi instituída a versão web.

O programa permite a administração de qualquer tributo cobrado pelo município e emite relatórios e documentos completos sobre a arrecadação municipal. 

"A ferramenta na nova versão tem melhor performance, novas funcionalidades, maior segurança e possibilita uma melhoria substancial na arrecadação", afirma o secretário executivo da Sefin de Palmas, João Marciano Júnior.

A Sefin divulgou o balanço parcial da arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) 2014 e do Programa de Recuperação Fiscal (Refis), com valores comparativos de janeiro a maio de 2013, quando a prefeitura havia arrecadado apenas R$ 17,1 milhões. 

No mesmo período de 2014, a arrecadação somou R$ 29,8 milhões, o que significa um incremento de quase 70% na arrecadação do município. 

A meta de recolhimento em 2014, prevista no orçamento é de R$ 38 milhões. O valor arrecadado até o momento corresponde a 76% da meta. 

Já no primeiro mês do Refis, de 5 de maio a 5 de junho, a arrecadação chegou a R$ 4,9 milhões. A expectativa de recebimentos no Refis é de R$10 a R$15 milhões.

O uso do módulo de arrecadação da Prodata possibilitou um aumento no recolhimento de tributos de Palmas. 

Isso foi possível através de uma gestão mais eficiente dos dados, aliada aos mecanismos de comando adotados pela Sefin e pela Diretoria Geral de Tecnologia da Informação (TI) como o controle dos acessos, auditorias constantes e o rigor nos procedimentos de alteração e baixas de dívidas. 

Palmas é a capital e a maior cidade do Tocantins. Ela foi fundada em 1989, logo após a criação do Tocantins pela constituição de 1988. A população do município é de pouco mais de 242 mil habitantes. O PIB per capita da cidade em 2011 foi de R$ 15.878,91 reais, o 1260⁰ entre as cidades brasileiras.

A Prodata é uma empresa de sistemas de gestão que desde 1985 fornece soluções em software de gerenciamento. A companhia, localizada em Goiânia está presente em diversas cidades goianas, além de prefeituras e outros órgãos nos estados de Minas Gerais, Tocantins, Mato Grosso e Pará.