Alain Karioty, diretor regional de vendas da Netskope para América Latina. Foto: Divulgação.

A Netskope, empresa fornecedora de soluções de segurança na nuvem, acaba de lançar a operação de data center na América Latina - que será baseada em São Paulo.

A operação de data center começará neste mês de julho e irá atender aos clientes da América Latina (Brasil, Chile, Argentina, Colômbia e Peru). Até então, os projetos tinham suas operações suportadas por um centro de dados nos Estados Unidos.

“A Netskope é uma empresa que nasceu na nuvem. Assim, nossos centros de dados ao redor do mundo também nascem com tecnologia de ponta que permite crescer nossa capacidade de processamento de dados de forma elástica”, diz  Alain Karioty, diretor regional na América Latina.

Recentemente, a Netskope também concluiu o processo de abertura de empresa no Brasil (CNPJ) e inaugurou um escritório em São Paulo, na região dos Jardins. 

“A melhor forma de levarmos performance e qualidade de atendimento aos nossos clientes é colocar à disposição deles um centro de dados geograficamente mais próximo e disponibilizar experts em segurança e em nuvem. E é isso que estamos fazendo, com um investimento forte no Brasil”, conclui Karioty.

Como Cloud Access Security Broker, a empresa oferece soluções para empresas que possuem aplicações na nuvem controladas pelo departamento TI, como por exemplo Office 365, Google Suite e aplicativos de redes sociais, como Facebook e LinkedIn, por exemplo. 

A companhia também atende a organizações as quais os usuários fazem uso de muitas aplicações na nuvem que não são administradas de forma centralizada pela TI; empresas que contam com profissionais que acessam aplicações de qualquer lugar e hora em uma infinidade de dispositivos; e organizações que não desejam bloquear todas as aplicações e preferem controlar o que as pessoas fazem nelas, entre outras.

Fundada em 2012 nos Estados Unidos, a Netskope possui hoje mais de 500 profissionais no mundo.

A Netskope abriu operação na América Latina no segundo semestre de 2017, passando a atuar no Brasil, México, Chile, Argentina, Colômbia e Peru. Antes, a empresa atuava na região por meio de canais, atendendo clientes como IHG, Toyota, Levi’s, Starbucks e outras multinacionais.

Para comandar o início das operações, contratou Alain Karioty como diretor regional de vendas para América Latina. O executivo saiu da A10 Networks, onde foi vice-presidente de vendas para a América Latina, para ingressar na nova operação.