Hospital São Vicente de Paulo.

O Hospital São Vicente de Paulo, do Rio de Janeiro, contratou a solução da Dígitro com o objetivo de modernizar sua plataforma telefônica.

A plataforma telefônica anterior, composta por 550 ramais, 60 troncos de comunicação e 8 interfaces celulares, operava em conjunto com outra central, dimensionada para receber 15 posições de atendimento e 30 troncos de entrada responsáveis por suportar a operação de atendimento externo. 

A operação com duas centrais não integradas resultava em restrições que isolavam e limitavam sua capacidade de atendimento. 

“O caso mais crítico era a impossibilidade de transferir ligações entre o hospital e a central de atendimento, obrigando o usuário externo a fazer uma nova ligação”, exemplifica André Mallmann, gerente de TI do HSVP.

A limitação acarretava resultados como alto custo de ligação para celular a partir da central do call center; maior complexidade na gestão administrava dos contratos de telecomunicações; impossibilidade de integração das centrais de comunicação com o software de gestão hospitalar e a impossibilidade de ativar links de contingência.

Para substituir esse cenário, a Dígitro Tecnologia desenvolveu uma solução híbrida do equipamento NGC Evolution com módulo EasyCall. O primeiro disponibiliza 528 ramais analógicos e 128 ramais IP, todos gerenciados e tarifados numa plataforma única.

“A arquitetura robusta e modular do projeto técnico permite suportar o previsível aumento de demanda por recursos de comunicação ao longo do tempo, por meio da adição de módulos e licenças e da expansão do número de ramais e posições de atendimento”, explica Adriano Júnior Dias, assessor de inteligência e comunicação da Dígitro Tecnologia.

A tecnologia IP embarcada na plataforma permite que, por meio de softphones Windows, Android e iOS, os usuários também tenham acesso aos recursos de comunicação corporativa. Para as operações de atendimento e relacionamento, os módulos EasyCall, softwares para call centers, são acoplados à plataforma Dígitro. 

Integrado ao software de gestão hospitalar, o sistema simplifica a rotina gerenciamento de leitos permitindo alterar o status de disponibilidade com uma ligação feita do ramal telefônico do quarto.

A partir dessa integração os colaboradores antecipam à administração hospitalar a necessidade de manutenção ou higienização e informam a conclusão dessas atividades, melhorando a disponibilidade dos leitos.