Ronaldinho Gaúcho de olho em novas possibilidades de negócio.

Ronaldinho Gaúcho, o ex-craque da seleção brasileira e do Barcelona, decidiu entrar no mundo das startups, colocando US$ 75 milhões na 5Xmais Holding Business, um fundo de venture capital sediado em Goiânia.

Fundado em 2014 em Goiânia, o 5Xmais tem hoje 90 negócios investidos em seis países. 

O fundo busca investidores entre ex-jogadores de futebol, um público que muitas vezes é dono de um patrimônio significativo e está em busca de investimentos para garantir a aposentadoria após uma carreira curta.

O primeiro atleta a participar foi Roberto Gomes, goleiro conhecido em Goiás por ter jogado no Atlético Clube Goianiense e no Goiás.

Outro participante é o atacante Alex Dias, ex-jogador com passagens por clubes grandes no Brasil como o São Paulo e fora, como o Paris Saint-Germain.

O dinheiro e a visibilidade de Ronaldinho, que vai assumir como um “embaixador global” da 5Xmais (já está estampado em todo o site da empresa), colocam as coisas em outro patamar.

A meta agora é chegar a 2 mil startups até 2022 ao redor do mundo.

“Quero ser um mediador para os atletas que desejam empreender e ter sucesso também fora dos campos. Jogadores em diferentes fases da carreira podem ser sócios, investidores e embaixadores da empresa em vários países”, afirma Ronaldinho.

Ronaldinho, que nos últimos anos tem se tornado um meme na Internet pela aparição em locais aleatórios, muitas vezes envolvendo investimentos, está entrando em um segmento em alta.

O valor investido em startups brasileiras por fundos de venture capital cresceu 207% em 2017, batendo um recorde de U$ 860 milhões, de acordo com a Lavca - Latin American Private Equity & Venture Capital Association.

A 5Xmais faz investimentos de entre US$ 30 mil e US$ 150 mil em empresas com valuation de US$ 1 milhão a US$ 3,5 milhões. 

Há um pouco de tudo na lista das investidas, desde a Clean Cloud, dona de uma solução para otimizar gastos na AWS, até a Hotel Quando, uma startup de aluguel de quartos de hotel por horas, passando pela GoGache, uma empresa de CDN, o eQ! um site para contratação de profissionais de limpeza.

A 5Xmais tem uma história diferente da maioria dos fundos. O CEO da empresa, Lima Santos passou 20 anos no Exército, onde ingressou pela prestigiada Academia Militar das Agulhas Negras, foi paraquedista e membro do Comando de Operações Especiais. Em paralelo, fez uma graduação em gestão de TI.