Fabricante de calçados adota solução da Accesstage. Foto: reprodução.

A Vulcabras Azaleia, uma das maiores produtoras de calçados e artigos esportivos da América Latina, adotou soluções da Accesstage para automatizar a troca de dados entre sua área financeira e os bancos.

Detentora das marcas Olympikus, Azaleia, Dijean, Opanka, Botas Vulcabras e licenciada da Reebok, a empresa implementou a solução a|s Conectividade EDI para agilizar os processos em seu setor financeiro.

De acordo com a fabricante, o EDI interligou sob uma plataforma unificada os dados dos dez bancos que atendem a Vulcabras, usando uma interface ágil e criptografia para a segurança das informações. O valor do projeto não foi aberto.

Segundo Marco Brito, gerente financeiro da Vulcabras Azaleia, antes da implementação da ferramenta, a equipe financeira passava boa parte do dia trocando arquivos com as instituições financeira. Para acessar as informações era preciso entrar na página de cada banco para usar serviços online.

“Nosso dia a dia mudou completamente. Os dados já estão reunidos e organizados no portal da Accesstage e, em apenas 30 minutos, atualizamos nosso ERP com as informações do dia”, explica.

Para o executivo, a mudança para a plataforma da Accesstage deu à empresa mais tempo para atuar de forma estratégica e focar em seu core business.

A Vulcabrás Azaleia tem cerca de 60 anos de mercado, com oito unidades fabris, sete localizadas no Brasil e uma na Argentina. A empresa também posssui seis centros de distribuição, dos quais dois estão no Brasil, e os demais na Colômbia, Peru, Estados Unidos e Uruguai.

A empresa vende seus produtos por meio de representantes comerciais, distribuidores e clientes diretos em mais de 40 países, atingindo mais de 15 mil pontos de venda no mercado brasileiro e 3 mil no exterior.

Em 2014, o faturamento da companhia foi de R$ 1,47 bilhão, queda de 3,9% sobre os resultados de 2013.

Especialista em integração de dados financeiros, a possui uma base de mais de 90 mil empresas conectadas, com clientes como Magazine Luiza, NET, ESPM e Liberty Seguros.

O faturamento da empresa em 2013 foi de R$ 55 milhões, ante os R$ 50 milhões registrados no ano anterior. Os valores de 2014 não foram anunciados.