Robison Klein será o novo presidente da Assespro-RS.

Robinson Klein, diretor da Cigam, deve ser o novo presidente da Assespro-RS.

O empresário encabeça a chapa única para a diretoria da entidade no biênio 2013/2014, que irá à votação na segunda-feira, 22, durante reunião de associados no Tecnopuc, em Porto Alegre.

Também compõem a nova diretoria Alexandre Zanetti (Datum), diretor de articulação; Eduardo Arruda (Trevisan), diretor de Comunicação e Marketing; Luciano Pitrez Colares (Pitrez), diretor de Associativismo e Sustentabilidade; e Sandro Cortezia (Venti), diretor de Qualidade e Planejamento.
 
O novo presidente substitui Reges Bronzatti, da Central de Softwares, que assumiu a entidade no último biênio.

GESTÃO BRONZATTI
Bronzatti fez uma gestão independente à frente da Assespro-RS, em uma ocasião inclusive entrando em conflito direto com um posicionamento nacional da entidade.

O empresário alinhou a regional gaúcha na oposição a um mecanismo na desoneração da folha de pagamentos de TI que permitiria aos centros de desenvolvimentos de multinacionais e às poucas empresas brasileiras com exportações significativas de software não pagar nenhum imposto sobre os salários dos funcionários.

Junto com o Seprorgs, a Assespro-RS foi a Brasília defender uma proposta alternativa à desoneração, que acabou aprovada.

Assim a entidade contrariou a orientação nacional da Assespro, que junto com outras entidades da Frente Nacional das Entidades de Tecnologia da Informação (FNTI), composta também pela ABES, Brasscom, Fenainfo, Softex e Sucesu.

No Rio Grande do Sul, a gestão Bronzatti deu os primeiros passos para a interiorização da entidade, concedendo mais autonomia para grupos no interior, começando por Santa Maria.

Hoje, a Assespro tem empresas afiliadas em 23 cidades do Rio Grande do Sul.