Cleber Prodanov, reitor da Feevale.

A Feevale, universidade sediada em Novo Hamburgo, na região metropolitana de Porto Alegre, acaba de lançar o curso de graduação em Processos de Inovação.

De acordo com a instituição de ensino gaúcha, trata-se de um curso com temática e formato inéditos no Brasil.

“A proposta é muito focada nas empresas que querem e precisam inovar. É uma formação voltada a atender empresas que estão localizadas em ecossistemas de inovação, que querem criar suas spin-offs ou startups que necessitam de pessoas com formação tanto na área de inovação como de empreendedorismo, e com uma visão de mercado”, afirma o reitor da Feevale, Cleber Prodanov.  

Com 1,6 mil horas, o curso de Processos de Inovação é dividido em quatro módulos semestrais: Inovação e Criatividade; Mundo do Trabalho, Sociedade e Inovação; Inovação para o Mercado; e Tecnologias e Computação. 

Oferecido na modalidade digital, haverá encontros presenciais quinzenais nos ambientes de inovação da Feevale: Hub One (Novo Hamburgo), Hub One (Porto Alegre) e Incubadora Tecnológica (Campo Bom).

A ideia é que nos encontros presenciais sejam desenvolvidas atividades práticas, orientadas a partir de uma aprendizagem baseada em problemas.

A cada semestre, o estudante terá a oportunidade de desenvolver projetos. Os três primeiros acontecerão no formato de hackathon. Serão propostas imersões de 40 horas, onde os alunos buscarão resolver problemas e desafios de empresas parceiras do curso.

O último projeto, realizado no quarto semestre do curso, dá ao estudante a possibilidade de escolha entre desenvolver um projeto de negócio junto ao Feevale Techpark ou propor uma solução de inovação para a empresa em que atua. 

“Também haverá mentoria aos estudantes, fazendo com que haja um acompanhamento do desenvolvimento acadêmico e pessoal em seus projetos”, afirma o coordenador do curso, Jefferson Dobner Sordi.