Modelo Dractor 25A será produzido na nova fábrica. Foto: divulgação.

A XMobots, empresa brasileira especializada no desenvolvimento e fabricação de drones, anunciou um investimento de R$ 4,75 milhões para a implantação de uma nova fábrica em Itajubá, cidade mineira com cerca de 97 mil habitantes.

Com o início das obras previsto para janeiro de 2021 e o das operações, para julho, a planta será construída em uma área de 11 mil metros quadrados doada pelo município, localizada na Incubadora de Empresas de Base Tecnológica de Itajubá (Incit).

Na planta de Itajubá, primeira fábrica brasileira e latino-americana voltada à produção seriada de drones, serão produzidos o modelo Dractor 25A e os novos drones que a empresa irá lançar em curto e médio prazos.

Já a fábrica localizada em São Carlos, São Paulo, irá concentrar as áreas de pesquisa e desenvolvimento, produção de cabeças de série e manutenção dos drones que fazem parte do portfólio atual de produtos da marca.

Mesmo com a nova operação iniciando em meados do ano que vem, a XMobots já iniciou o processo seletivo para a contratação dos primeiros colaboradores da fábrica. A empresa abriu vagas para gerentes e coordenadores de produção.

A ideia é contratar essas pessoas agora para que elas sejam treinadas até junho de 2021 em São Carlos e, quando a nova fábrica for inaugurada, estejam prontas para executarem suas funções.

Até a fase final da expansão, prevista para 2025, a companhia projeta 230 contratações.

"Os investimentos feitos em alta tecnologia e automação de processos, ao mesmo tempo em que permitirão a escalabilidade da produção de drones, irão demandar profissionais altamente qualificados. Esse foi um dos motivos que fez a XMobots escolher Itajubá para a implantação da fábrica", explica Giovani Amianti, CEO da XMobots.

Em julho de 2019, a gestora Confrapar fez um aporte de R$ 30 milhões na XMobots. Na ocasião, um dos requisitos foi a abertura de uma fábrica no estado de Minas Gerais.

No processo de escolha da cidade, a companhia contou com o auxílio da Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (FIEMG), que já havia trabalhado com outras empresas que receberam investimentos da gestora.

Para a Confrapar, o setor aeroespacial tem grande força, tanto no cenário nacional quanto no cenário internacional, e a vinda da XMobots deve fortalecê-lo em Minas Gerais. 

"É um setor que sempre trouxe e continuará trazendo inovações que geram crescimento e valor para a sociedade. É um dos setores onde investimos para trazer retornos superiores para nossos investidores", afirma Rodrigo Esteves, managing partner da Confrapar.

Fundada em 2008, a paulistana Confrapar é uma gestora de fundos de investimento em empresas de tecnologia com mais de 20 investidas no portfólio e mais de R$ 400 milhões sob gestão.

Presente no mercado de drones desde 2007, a XMobots conta hoje com 170 funcionários, sendo cerca de 60 deles engenheiros, que desenvolvem toda a mecânica, hardware e software de seus drones.