Modelo do carro movido à energia solar da Atos. Foto: divulgação.

A Atos, multinacional de serviços de TI, anunciou em sua sede em Paris o lançamento de sua nova frota corporativa, composta por carros elétricos movidos por energia létrica e alimentada por painéis solares.

Desenvolvida em parceria com o grupo francês Bolloré, especializado em energia, a nova frota é composta por dez carros, estimulando a sustentabilidade em viagens de negócio e reduzindo despesas com táxis e estacionamento.

Para usar um dos veículos, o funcionário faz a reserva pela intranet e na hora agendada o carro vai buscá-lo.

A Atos não deu detalhes técnicos sobre os veículos, sobre modelo e velocidade, mas de acordo com as fotos divulgadas, são carros compactos, na linha de modelos mais populares.

Os automóveis elétricos da Atos são abastecidos por painéis fotovoltaicos, que estão instalados na sede da companhia em Paris, França.

As baterias utilizadas não necessitam de manutenção e oferecem uma densidade de energia acima da média, além de segurança total do usuário e uma autonomia de 250 km na cidade e 150 km na estrada.

Com o projeto, batizado de MyCar, o objetivo da companhia é reduzir em 50% o uso de carbono até 2015.

“O projeto MyCar faz parte do programa de bem-estar e responsabilidade corporativa. Os carros elétricos também nos ajudam a reduzir os custos de viagem e aumentam a visibilidade de nossa marca nas ruas de Paris”, destaca.

A Atos fornece as soluções de Smart Grid para gerir em tempo real a energia produzida e consumida durante a execução do projeto MyCar, que é também uma oportunidade para que a empresa desenvolva e melhore as suas soluções de medição de energia.

ATOS

A Atos é uma empresa internacional de serviços de tecnologia da informação com receita anual de € 8,5 bilhões em 2011 e 74 mil funcionários em 42 países, sendo que no Brasil são em média 1,7 mil funcionários.

A companhia trabalha com clientes em diversos segmentos de mercado como: varejo, manufatura, serviços, saúde, público e transportes, serviços financeiros, telecomunicações, mídia & tecnologia, energia e utilities.