Baguete
InícioNotícias> RG2 migra sistemas para Mandic Cloud

Tamanho da fonte:-A+A

ERP CLOUD

RG2 migra sistemas para Mandic Cloud

Leandro Souza
// quinta, 17/12/2015 10:48

A RG2 Sistemas, companhia paulista de desenvolvimento de ERPs, adotou a nuvem da Mandic Cloud Solutions para sediar o servidor de suas soluções em nuvem.

RG2 passa a usar cloud da Mandic. Foto: divulgação.

O projeto de migração para a solução da Mandic levou aproximadamente 3 meses para ser implementado, em um projeto de valor não aberto.

Segundo a companhia, a melhoria da performance do servidor com ganho de agilidade e estabilidade proporcionou aos clientes uma melhor usabilidade e mais satisfação com a ferramenta.

De acordo com o diretor da RG2, Ricardo Ramos, a solução da Mandic trouxe um aumento médio de 36% na velocidade do servidor com ganhos em tempo de resposta, em comparação ao utilizado anteriormente.

“Aumentamos nossa infraestrutura, o que fez com que apresentássemos uma otimização em nossa solução. Os clientes foram diretamente afetados pois agora possuem um servidor melhor – mais rápido e mais estável”, conclui Ramos.

Desde a implementação, a RG2 Sistemas precisou fazer o upgrade da capacidade do servidor quatro vezes para conseguir atender a novas demandas de clientes e contas adicionais.

Sediada em São Paulo e especializada em ERP cloud, a RG2 contempla uma carteira de aproximadamente 300 Clientes com mais de 2,5 mil terminais instalados.

A Mandic conta ainda hoje com mais de 1 milhão de clientes em backup e e-mail corporativo. Em 2012, a empresa recebeu um aporte de R$ 100 milhões da Riverwood Capital, grupo de investimento global especializado em empresas de tecnologia. O negócio aconteceu combinado com uma fusão com a Tecla, um provedor de cloud computing.

A partir do negócio, a Mandic diversificou sua oferta, que passou a incluir virtualização de data centers, provendo infraestrutura (IaaS) para a aplicações na nuvem como e-commerce, CRM, ERP, backup, e-mail, disaster recovery, entre outras.

Com sede em São Paulo, a empresa tem filiais em Curitiba, Porto Alegre e Rio de Janeiro. Segundo informações da empresa, a meta de crescimento no faturamento prevista para 2015 é de 35%, puxada pela alta do dólar.

Leandro Souza