Rogério Cunha.

Rogério Cunha não é mais gerente de TI do Centro Clínico Gaúcho.

A informação é de fontes do mercado gaúcho e foi confirmada pela assessoria de imprensa da empresa. Ainda não há um substituto escolhido.

Cunha foi contrato pelo Centro Clínico Gaúcho em novembro de 2010. Antes, o profissional havia atuado como gerente de projeto sênior da YKP.

O profissional também passou por cargos de gestão de TI Grupo Hospitalar Mãe de Deus, Ciber Equipamentos Rodoviários - Wirtgen Group e Hartz Mountain Corporation.

Durante seu período no Centro Clínico Gaúcho, adotou o Soul MV para gerir seus 28 ambulatórios. O software é utilizado em cerca de 500 estações de trabalho, por mais de mil funcionários.

Além disso, o profissional iniciou a migração do sistema de gestão de desenvolvimento interno Clinical, criado em FoxPro e atualmente sendo reescrito em .Net.

O projeto deve demandar um total de 60 mil horas de fábrica de software, contratadas junto à MXM, que já entregou o novo portal de auto agendamento de consultas do  Centro Clínico Gaúcho.

Em paralelo, Cunha começou a conduzir a escolha de um software de gestão de relacionamento com clientes (CRM, na sigla em inglês).

O Centro Clínico Gaúcho é considerada a maior operadora de planos de saúde privado do Rio Grande do Sul e o oitavo do país, com mais de 5 mil empresas contratantes, totalizando aproximadamente 235 mil clientes. São 21 unidades próprias de atendimento, realizando mais de 100 mil consultas por mês.