Ilha do Fundão, no Rio de Janeiro. Foto: divulgação.

A SKF do Brasil anunciou nesta sexta-feira a instalação de uma Solution Factory, centro de inovação tecnológica, em serviços no Rio de Janeiro. A unidade, dedicada ao desenvolvimento de soluções no segmento de Óleo & Gás, terá como destino o Parque Tecnológico da Ilha do Fundão.

Segundo destacou a empresa, divisão nacional da multinacional sueca SKF, em nota à imprensa, os valores de investimentos e local definitivo da instalação deverão ser anunciados até o fim do primeiro trimestre de 2013.

O projeto da Solution Factory é amparado pelo governo federal através da Lei do Bem, que dá incentivos fiscais a empresas que investem em desenvolvimento científico.

No entanto, a empresa já adiantou as frentes de desenvolvmento da nova unidade, atendendo à infraestrutura de produtores de petróleo e também em soluções de eliminação de resíduos e redução de danos industriais.

Por meio dessa unidade industrial, a SKF pretende oferecer soluções sob medida, atendimento centralizado e resolver desafios complexos em máquinas, equipamentos e processos produtivos.

“Além do segmento de Óleo e Gás, também buscamos soluções para processos industriais de outros setores, como papel e celulose, ferroviário, naval, energia, mineração e siderurgia”, conta Carlos Alberto Fernandes, diretor da divisão de serviços industriais da SKF.

A unidade de negócios industriais da SKF Brasil, que fornece rolamentos e outros componentes para vários segmentos industriais, fechou o 1º semestre de 2012 em expansão, com crescimento de 5% frente ao mesmo período em 2011. A divisão abastece cerca de 500 plantas em todo o País.

ILHA DO FUNDÃO

O parque da Ilha do Fundão, ligado à Universidade Federal do Rio De Janeiro, fica na margem oeste da baía de Guanabara, na capital fluminense.

Sede de centros de pesquisa da Petrobrás, Eletrobrás e Ministério da Tecnologia e Inovação, o local apareceu na mira de grandes multinacionais como General Electric, que em 2012 investiu R$ 500 milhões em um centro de P&D na região.

A TenarisConfab, fabricante de equipamentos para petrolíferas, anunciou em 2010 a construção de um centro de P&D na ilha. Será a quinta unidade do gênero da companhia no mundo e receberá investimento de US$ 21 milhões.