INTERNET

5G pode gerar caos na aviação?

18/01/2022 15:05

Companhias aéreas dos Estados Unidos acreditam que sim.

Equipamentos aéreos podem ser afetados com a tecnologia. Foto: Pexels

Tamanho da fonte: -A+A

A Airlines for America, associação comercial e grupo de lobby que representa as maiores companhias aéreas dos Estados Unidos, alertou autoridades locais sobre os riscos que a chegada do 5G pode causar para o tráfego aéreo.

Em nota, a entidade afirmou que o dano causado pelo funcionamento da tecnologia é “significativamente pior do que o originalmente esperado” e pediu que as agências governamentais responsáveis intervenham para que “passageiros confusos e interrupções em voos e cadeias de suprimentos sejam evitados”. 

Segundo o site California News Times, a Administração Federal de Aviação (FAA, na sigla em inglês), ​​maior agência de transporte do governo do país, alertou que a interferência pode afetar instrumentos aéreos sensíveis e prejudicar os voos de baixa visibilidade.

Entre os equipamentos que podem ser afetados, estão os altímetros, que medem a altitude da aeronave em relação ao solo e fornecem informações aos equipamentos de navegação e outros sistemas de segurança.

Além disso, uma carta assinada pelas divisões de carga aérea da UPS e da FedEx, duas das maiores transportadoras dos Estados Unidos, foi enviada ao governo Biden pedindo o bloqueio do sinal 5G em um entorno de três quilômetros das pistas dos aeroportos. 

O lançamento do serviço 5G no país norte-americano estava planejado para cinco de dezembro do ano passado, mas foi atrasado em um mês para que mais análises de segurança fossem realizadas.

Depois, a AT&T e a Verizon, os dois grupos de telecomunicações que ganharam quase todo o espectro da banda usado pelo 5G no país, adiaram a entrada em funcionamento por mais duas semanas, até 19 de janeiro.

Ambas operadoras já concordaram em implantar zonas de amortecimento ao redor de 50 aeroportos de cidades com grande movimento aéreo, como Nova Iorque, Los Angeles e Chicago, para reduzir riscos de interferência e tomar outras medidas que ajudem na redução. 

Porém, as companhias aéreas alegam que isso não é suficiente para evitar problemas.

Em outubro de 2021, mais de 500 mil voos foram operados nos Estados Unidos, o que representa 84,8% do volume do período pré-pandemia. Em relação a 2020, o aumento foi de 56,4%. 

As empresas se recusaram a comentar sobre a discussão, argumentando que o 5G foi implantado com sucesso em cerca de 40 outros países sem problemas de interferência na aviação.

Entre os países que possuem o serviço, estão Arábia Saudita, Coreia do Sul, Austrália e Taiwan. 

No Brasil, a tecnologia começou a ser implantada pela Algar Telecom nas cidades mineiras de Uberlândia e Uberaba, assim como na paulista Franca, no dia 15 de dezembro.

Veja também

START
Brasil começa a ter 5G para valer

Algar Telecom sai na frente e lança o serviço em três cidades a partir desta quarta-feira, 15.

LOGÍSTICA 4.0
Como a Huawei aplicou o 5G no seu armazém

A companhia melhorou em 25% a eficiência operacional do centro de distribuição brasileiro.

ACQUI-HIRING
ClearSale compra Beta Learning por R$ 40,1 mi

Esta é a primeira aquisição da história da empresa, que abriu capital em agosto.

JOGOS
Microsoft compra Activision por US$ 68,7 bilhões

Negócio é o maior da história da Microsoft, que se torna um grande player de games.

ATENDIMENTO
Itaú tem abertura de contas pelo WhatsApp

Banco começou a testar a novidade com funcionários públicos de Minas Gerais.