Diego Dzodan, presidente da SAP do Brasil.

A SAP lançou nesta segunda-feira, 18, o SAP Tax Management Framework, uma solução que usa a tecnologia de processamento em memória Hana para agilizar a gestão tributária das empresas.

O objetivo do lançamento é proporcionar uma melhor integração dos sistemas de gestão da multinacional alemã com os softwares específicos da área fiscal oferecida por parceiros.
 
“Eles poderão oferecer um processamento muito mais ágil dos impostos aos seus clientes. Ninguém tem algo parecido no Brasil”, afirma Diego Dzodan, presidente da SAP Brasil.
 
De acordo com Dzodan, já há três parceiros prontos para fazer a oferta no Brasil, a primeira entrega do TMF deve ser feita até abril e a primeira implantação completa ainda no primeiro semestre.
 
Dos parceiros, apenas um teve o nome revelado: a AllTax, consultoria tributária de Fortaleza que não atuava antes como parceira da SAP. 
 
Um dos sócios da empresa é Tarcio Queiroz Calixto, ex-gerente da área tributária de grandes empresas como a J. Macedo S/A, a maior fabricante de trigo do Brasil, dona da marca Dona Benta e na Santa Clara, dona da marca de café Três Corações.
 
Hoje, a SAP tem 10 parceiras que atuam com soluções tributárias incorporadas aos seus sistemas de gestão grupo de que inclui empresas do porte da multinacional chilena Sonda Procwork e Mastersaf, adquirida em 2011 pela Thompson Reuters. 
 
A SAP já está trabalhando junto com as Big Four do ramo de auditoria fiscal - KPMG, Deloitte, Ernest Young e PWC - para que elas usem a nova tecnologia como ferramenta de aconselhamento dos seus clientes.
 
Independente do approach comercial, o fato é que o TMF resolve um problema das as eventuais inconsistências de dados entre o ERP e os módulos fiscais, que os concorrentes gostam de apontar como o calcanhar de aquiles dos alemães no Brasil. Ao mesmo tempo, entrega benefícios extra derivados do poder de processamento.
 
Em um país no qual mais de 80 impostos representaram 36,3% do PIB em 2012, alguns dos maiores clientes da SAP sofrem um gargalo no processamento das suas obrigações tributárias. Erros podem gerar multas enormes. Pagamentos em excesso não rendem nem um tapinha nas costas.
 
Com tempo limitado, as empresas conseguem somente processar os impostos, perdendo oportunidades de analisar os dados para encontrar erros, ou mesmo explorar a informação para ajudar na hora de tomar decisões de negócio como onde instalar um novo centro de distribuição, por exemplo.
 
O TMF foi desenvolvido dentro do SAP Labs, centro de desenvolvimento e suporte da multinacional localizado em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre.
 
A SAP investiu a tempo na novidade. O Baguete revelou com exclusividade em outubro de 2011 que o desenvolvimento começaria em dezembro daquele ano.
 
O SAP Labs já havia atuado no desenvolvimento do módulo de nota fiscal eletrônica do ERP. 
 
Melhorar o desempenho da parte fiscal dos sistemas de gestão da SAP é parte primordial da missão do centro leopoldense, que hoje emprega 542 funcionários, número que deve dobrar até o final do ano.
 
O Hana é um apliance no qual os dados compactados por um software especial da SAP são armazenados em memórias terabytes de chips de memória do tipo RAM, em hardware fabricado pela HP, Dell, Fujitsu ou IBM.
 
A combinação permite um acesso até milhares de vezes mais rápido em comparação com os bancos de dados relacionais tradicionais baseados em discos de estado sólido, uma benção para empresas acostumadas a penar para extrair dos ERPs os dados necessários para atender ao SPED.
 
Trata-se de uma tecnologia clara e ainda incipiente no Brasil, motivo pelo qual o uso do TMF deve se restringir em um primeiro momento a grandes empresas, mercado que a SAP domina no Brasil. 
 
Segundo dados de uma pesquisa da FGV, a empresa tem 41% dos clientes acima de 600 usuários no Brasil, mais do que as concorrentes Totvs e Oracle combinadas.
 
QUER ENTRAR NO NEGÓCIO?
A SAP está procurando empresas interessadas em desenvolver projetos com a tecnologia de processamento em memória Hana no Brasil.
 
Uma oportunidade para saber como acontecerá em breve em São Leopoldo. 
 
O Hana Startup Focus Program será apresentado no SAP Labs Latin America, localizado no Tecnosinos, na quinta-feira, 04 de abril.
 
Os selecionados vão ter acesso gratuito à tecnologia Hana.
 
* Maurício Renner cobre o SAP Fórum em São Paulo à convite da SAP.