Fábio Pinto, CEO da Carflix. Foto: Divulgação.

A Carflix, plataforma de compra e venda de veículos seminovos, foi selecionada pela gestora MSW Capital para compor o portfólio do Fundo BR Startups, que tem o Banco Votorantim como cotista âncora para startups do setor financeiro e a Microsoft como investidora fundadora. 

A Carflix vai receber até R$ 2 milhões para impulsionar o negócio e dar início ao seu plano de expansão para outras regiões do país.

O portal tem um ano de operação na Grande São Paulo. Os fundadores da startup, Fábio Pinto e Alan Ladeia, tem mais de 30 anos somados de experiência no mercado automotivo. Ambos atuaram no Grupo SHC, responsável pela importação e pela representação da JAC Motors e revendedor de seis marcas (Volkswagen, Land Rover, Jaguar e JAC Motors).

“Com a tecnologia e o novo modelo de negócios que criamos, conseguimos oferecer mais segurança, conveniência e custos menores para quem quer vender ou comprar um veículo seminovo”, afirma Pinto.

Além do montante financeiro, a Carflix contará com orientações estratégicas e, principalmente, o conhecimento de mercado e acesso a rede dos investidores da BR Startups. 

Hoje, a BV, marca de Varejo do Banco Votorantim, é líder do mercado de financiamento de veículos leves usados, agregando grande potencial de sinergia entre a corporação e a startup. 

“A parceria com a Carflix está alinhada com o nosso propósito em oferecer experiências inovadoras aos clientes, dentro do nosso processo de transformação digital. Conhecemos muito bem o mercado de veículos usados, onde a BV já tem mais de 20 anos de tradição e é líder em financiamento, gerando uma sinergia muito grande com a Carflix”, explica Gabriel Ferreira, diretor executivo de varejo, marketing, digital e estratégia corporativa do Banco Votorantim.

A Carflix começou a operar em março de 2018, com um modelo baseado em um shopping virtual de seminovos. A plataforma viabiliza a intermediação entre vendedores e compradores particulares, oferecendo possibilidade de financiamento com bancos parceiros e um ano de garantia ao comprador.

O sistema cobra comissão de 5,9% sobre o valor da transação.