Em reunião da diertoria e associados da Assespro-RS na próxima segunda-feira, 21, será anunciada a criação do Arranjo Produtivo Local (APL) da Indústria de Software no Rio grande do Sul, nos moldes do que ocorreu no Paraná.

Além disso, a entidade irá debater resultados obtidos no encontro realizado em 16 de maio com o deputado Arthur

Maia (PMDB), relator do projeto de terceirização de mão de obra, a ser encaminhado ao Congresso nos próximos meses.

Conforme Jeovani Salomão, diretor de Relações Institucionais da Assespro Nacional que esteve presente no encontro com Maia, defende mudanças no texto do projeto.

“Sugerimos a previsão de tratamento diferenciado para empresas que não têm empregados, exclusão da possibilidade de terceirização apenas para os casos de barriga-de-aluguel ou agenciadoras de mão de obra e o acréscimo de que a garantia de 8% prevista seja de faculdade da contratante”, argumenta Salomão.

A reunião também terá a entrega do Prêmio Melhor TCC para alunos da UFRGS e lançamento de um evento da Assespro-RS para a área de cloud computing, a ser realizado em 14 de junho.

Por fim, a entidade também irá agendar a pauta de reuniões com candidatos à prefeitura de Porto Alegre.

O encontro acontece às 18h30, na sede da Assespro-RS, no Tecnopuc (Ipiranga, 6681 - Prédio 96D, sala 208).