A Microsoft oferecerá a empreendedores apoiados pelo Cubo acesso gratuito à nuvem. Foto: Divulgação.

A Microsoft oferecerá aos empreendedores apoiados pelo Cubo acesso gratuito à nuvem e mentoria de negócios para o desenvolvimento de suas startups. O Cubo é um centro de fundado por Itaú Unibanco e Redpoint eVentures.

A empresa também contará com um espaço no Cubo, em São Paulo, onde serão desenvolvidas diversas atividades, incluindo um hackaton para criação de webapps .Net no dia 24 de maio.

Segundo o diretor de Inovação e Novas Tecnologias da Microsoft Brasil, Richard Chaves, esta parceria tem o intuito de aprimorar o trabalho já realizado com o Cubo para dar mais possibilidades aos empreendedores brasileiros no que diz respeito ao uso da tecnologia. 

“Temos programas para apoiar integralmente a jornada empreendedora, pois acreditamos que dessa forma também contribuímos para movimentar a economia e gerar empregos no país. Nossas parcerias visam somar esforços para ampliarmos o impacto local”, comenta o executivo.

O Cubo foi anunciado em junho de 2015 e fica em um prédio de seis andares, localizado no bairro Vila Olímpia, em São Paulo. O espaço apoia desde startups digitais em estágio avançado até empreendedores que precisam de incentivo para tirar sua ideia do papel. 

A iniciativa não funciona como a aceleradora Wayra, da Telefônica, por exemplo, que prevê participação societária nas melhores startups selecionadas. Na época de lançamento, o Cubo previa abrigar cerca de 50 startups e 250 residentes, que pagam uma taxa para utilizar todos os serviços de infraestrutura e comunicação. 

Além do ambiente de coworking, o espaço multidisciplinar conta com um auditório para 130 pessoas, cafeteria, salas para cursos e um espaço para realização de eventos na cobertura do prédio.

Em setembro de 2015, a Accenture inaugurou um espaço chamado de Garagem Digital no Cub. No mesmo período, a Cisco fechou um acordo de cooperação com o Cubo que consiste na colaboração do Centro de Inovação IoE da Cisco Rio de Janeiro. 

Com isso, as startups e empresas do Cubo contam com o apoio do Centro de Inovação IoE da Cisco Rio de Janeiro, tendo acesso a novas soluções da companhia e ao programa Cisco DevNet, que oferece aos desenvolvedores APIs, kits de ferramentas, learning labs e fóruns de discussão com especialistas do ecossistema global da Cisco.