INOVAÇÃO

ArcelorMittal cria fundo de R$ 100 mi para startups

18/05/2021 12:50

Investimento faz parte de uma mudança interna maior, que inclui uma diretoria de futuro.

Paula Harraca. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A ArcelorMittal criou um fundo de R$ 100 milhões para investir na aceleração de startups nos próximos quatro anos no Brasil e em outros países da América Latina.

O foco serão empresas que desenvolvam novos negócios, produtos e serviços ou incorporem novas tecnologias para aumentar a competitividade e enriquecer a proposta de valor da cadeia da ArcelorMittal, em áreas como siderurgia, mineração, construção civil, indústria, sustentabilidade, logística, comercial, varejo e distribuição.

A ideia é aplicar o conceito de “smart money”, ou seja, além do aporte financeiro, a ArcelorMittal também irá acompanhar e oferecer mentoria para maximizar a chance de sucesso. 

“A cocriação, a troca de expertise da ArcelorMittal com a experimentação das startups, a consolidação da cultura da inovação na organização e o impacto dos projetos no mercado são alguns dos ganhos previstos com o Smart Venture”, diz Jefferson de Paula, CEO da ArcelorMittal Aços Longos LATAM e Mineração Brasil.

O chamado Smart Ventures é parte de uma série de iniciativas da gigante de siderúrgica, que incluem ainda a criação da Diretoria de Estratégia, Inovação e Transformação do Negócio, considerada internamente uma “Diretoria do Futuro”.

A nova diretoria está sob o comando de Paula Harraca, uma executiva com 17 anos de casa que já era diretora de Pessoas, Comunicação, Investimento Social e Inovação, ou CHRO, no jargão interno da ArcelorMittal.

“A ArcelorMittal ousa ao agrupar agendas de futuro que não costumam estar unidas em uma mesma diretoria, por entender que são interdependentes e que na sua integração se cria um lugar de potência transformadora para alavancar a performance da empresa de forma sustentável”, afirma Harraca.

A ArcelorMittal já uma iniciativa nessa área, tendo criado há três anos o que afirma ser “o primeiro laboratório de inovação do setor siderúrgico do mundo”, o Açolab. 

De acordo com a empresa, o hub de inovação “está conectado” a 4,5 mil startups (cerca de 30% do total de startups brasileiras) e servirá de referência para atrair startups potenciais para o fundo.

Debates sobre pioneirismo à parte, a verdade é que iniciativas como a anunciada pela ArcellorMittal são cada vez mais comuns em grandes empresas, inclusive no setor siderúrgico.

A Gerdau, uma das principais concorrentes da ArcelorMittal, lançou o Gerdau Next, uma área reunindo iniciativas como a aceleradora de startups Ventures Gerdau, além de movimentos de intraempreendedorismo, parceiros externos e fusões e aquisições.

Segundo a Gerdau, até 2030 pelo menos 20% das receitas do grupo devem estar atreladas a novos produtos e soluções adjacentes ao aço. É um salto considerável: a cifra está hoje em 2%.

A Gerdau já tem alguns negócios bem desenvolvidos dentro dessa nova abordagem. Há dois anos, a companhia criou uma construtech chamada G2Base, que atua na área de fundações de obras, oferecendo o aço já concretado para os clientes.

Outra é a G2L, empresa logística do grupo criada há quatro anos, mas que deixou de trabalhar exclusivamente para a companhia e, no ano passado, intensificou o serviço para terceiros. 

Veja também

E-COMMERCE
Shopper recebe aporte de R$ 120 milhões

Rodada série B foi liderada pelo fundo da Minerva e pelo Quartz, de José Galló.

AÇO
Gerdau Next adota SAP Business One

Software funciona integrado com o ERP mais parrudo da nave mãe.

ECOSSISTEMA
Instituto Caldeira se aproxima dos parques

Iniciativa de inovação de grandes empresas assina convênio com Tecnopuc. Outros vão vir.

FINANCEIRO
Ex-Gerdau é CFO do Qsaúde

Depois de carreira na multinacional, Renan Pinto veio dos Estados Unidos para assumir na startup.

ATENDIMENTO
ArcelorMittal adota soluções da Salesforce

O projeto é liderado pela área comercial da ArcelorMittal, com suporte da área de TI.

INOVAÇÃO
Banco Carrefour cria incubadora para funcionários

Ideia é incentivar que os colaboradores criem suas próprias startups para ser cliente delas.

FINTECH
Dança das cadeiras na Ebanx

Fintech de destaque reorganiza cargos de fundadores e traz um CFO de peso.

CONTRATAÇÃO
Teltec Solutions tem novo head de inovação

João Otávio Costa vem da consultoria paulistana Layer Network Consulting.

VOLTA
Gramado Summit reúne 1,7 mil

Evento de inovação voltou a acontecer de maneira presencial. Sinal de esperança?

MÃO DE OBRA
DIO terá semana para recrutar 1 mil

A startup vai reunir empresas em busca de desenvolvedores. Interessadas em contratar já podem se inscrever.

ACELERAÇÃO
Empresas Randon procura startups gaúchas

O programa Startup Creator está com inscrições abertas até o dia 15 de maio.