Oracle e Micros estão em negociações exclusivas. Foto: Divulgação.

A Oracle está se aproximando de um acordo para comprar a Micros Systems por mais de US$ 5 bilhões. Pessoas familiarizadas com o assunto disseram à Bloomberg que o CEO Larry Ellison quer combater a desaceleração do crescimento com a adição de software para hotéis e restaurantes.

Oracle e Micros estão em negociações exclusivas, embora os dois lados ainda possam deixar de chegar a um acordo, disseram as fontes não identificadas.

Ellison está olhando para aquisições para alimentar a expansão após 10 trimestres com crescimento de vendas lento. 

A compra da Micros, se concluída, será a maior da Oracle desde a compra da Sun Microsystems, por US$ 5,7 bilhões, anunciada em 2009, segundo dados compilados pela Bloomberg.

A Oracle foi tarde para o mercado de software em nuvem com base na internet e agora está correndo para refazer-se como um fornecedor de equipamentos e programas para sustentar mudança de seus clientes para a computação baseada na web.

A Micros vende software e serviços para hotéis, restaurantes e varejistas. Suas ações subiram 15%, para US$ 66,33 fechamento em Nova York e mais cedo subiram até 22%, o maior ganho desde setembro de 1996. 

As ações da Oracle subiram menos de 1%, para US$ 42,32.

A aquisição da Micros pela Oracle chegou perto de acontecer há cerca de seis anos, de acordo com uma pessoa com conhecimento do assunto. O presidente da Micros, Tom Giannopoulos, que era CEO na época, voou de Maryland à Califórnia para assinar um acordo, mas viu a transação cair no último minuto, disse a fonte da Bloomberg.

Os resultados trimestrais da Oracle serão apresentados na quinta-feira. No trimestre anterior, a receita de licença e nuvem de assinatura ficou aquém das estimativas dos analistas. 

A empresa gastou US$ 50 bilhões para adquirir cerca de 100 empresas na última década.