FLUXOS

LD Celulose usa W3K para documentos

18/06/2021 04:22

Construção de nova fábrica de celulose líquida envolve muita documentação.

LC Celulose é um grande investimento no Triângulo Mineiro. Foto: Divulgação.

Tamanho da fonte: -A+A

A LD Celulose, joint-venture realizada entre a gigante austríaca Lenzing e a brasileira Duratex, adotou uma solução da W3K Tecnologia para fazer a gestão dos documentos originados pela construção de sua primeira planta de celulose solúvel no Brasil. 

Com um investimento de R$ 1,2 bilhão e uma capacidade produtiva de 500 mil toneladas, o parque fabril tem seu startup previsto para 2022, numa área localizada entre os municípios de Indianópolis e Araguari, no Triângulo Mineiro.

Com a solução de gerenciamento eletrônico de documentos Greendocs da W3K, a LD Celulose estima movimentar mais de 80 mil documentos até a abertura da unidade, utilizando uma plataforma que engloba todos os setores envolvidos no processo da construção, incluindo fornecedores e parceiros de projeto. 

Até o momento, cerca de 27 mil documentos já estão no sistema, com 742 usuários espalhados por 55 fornecedores diferentes.

De acordo com a companhia, toda a documentação de projetos, incluindo os standards, revisões e alterações, estará dentro do Greendocs, assim como a gestão de prazos para a entrega de documentos, assim como comentários, respostas e histórico de alterações.

“A agilidade na forma em que as informações são compartilhadas nos dá uma grande assertividade na gestão do projeto, com prazos bem definidos”, afirma Gustavo Dessotti, Project Management Officer (PMO) da LD Celulose.

A média de resposta ou comentário em cada novo documento é de 7,65 dias, com revisões sendo entregues em uma média de 11,5 dias. 

Criada em 2011 no Tecnosinos, parque tecnológico da Unisinos em São Leopoldo, na região metropolitana de Porto Alegre, a W3K tem um conhecimento acumulado de anos na equipe quando o assunto é gerenciamento de documentação de engenharia.

A W3K foi fundada por alguns ex-colaboradores da Gama, revenda brasileira de soluções de gerenciamento de documentação da BlueCielo, uma das maiores nesse segmento.

A Gama era a maior revenda da multinacional holandesa no Brasil e foi comprada pela matriz em dezembro de 2008, transformando-se na BlueCielo do Brasil.

A W3K é parte do Grupo SKA, que também controla a SKA, revenda que é uma das maiores do país em soluções de CAD e CAM e a NC, especializada em DNC/MES. 

Veja também

INOVAÇÃO
Klabin entra no IPT Open Experience

A primeira ação em conjunto será a construção de um centro de inteligência artificial.

INDÚSTRIA 4.0
Veracel aposta em manutenção prescritiva

Software da AspenTech indica quando uma máquina está perto de dar problemas.

CELULOSE
Suzano desenvolve aplicativo com Microsoft

Criada com Power Apps, a ferramenta auxilia técnicos a tomarem decisões na gestão das florestas.

RENOVÁVEL
Panvel aposta em energia solar

Projeto é nova frente da SKA, conhecida pela atuação com tecnologia para indústria.

RANSOMWARE
Grupo Moura sofre ataque hacker

Responsável seria o DarkSide, mesmo grupo que atacou a Colonial Pipeline e a Copel.