Foto: flickr.com/photos/osde-info

As vendas de PCs no Brasil tiveram um aumento de 4% no primeiro trimestre desse ano, frente ao mesmo período no ano passado.

Segundo dados da consultoria IDC, foram cerca de 4 milhões de computadores vendidos no país.

“Nosso país se consolidou na terceira posição do ranking mundial em termos de consumo e concentra quase 50% do total de vendas de computadores na América Latina”, conta Camila Santos, analista senior do mercado de computadores da IDC Brasil.

Camila diz que a expectativa é de que neste ano o mercado brasileiro cresça 13% em relação ao ano de 2011 – quando foram vendidos 15,4 milhões de computadores.

Do total de máquinas vendidas no primeiro trimestre de 2012, 54% são notebooks e netbooks e 46% são desktops.

Ainda de acordo com o estudo da IDC, 67% foram destinadas ao segmento doméstico, 27% para segmento corporativo e 6% para Governo e educação.

“Como observado em outros trimestres, os desktops vêm sofrendo quedas, porém ainda têm bastante representatividade no mercado corporativo, que possui uma grande base instalada de PCs”, completa a analista da IDC Brasil.

O primeiro trimestre de 2012 demonstrou recuo de 9% em vendas quando comparado ao trimestre anterior. Tal movimento foi ocasionado, principalmente por conta das flutuações das taxas do dólar.

Em relação aos ultrabooks, a IDC acredita que ainda se trata de um mercado imaturo, mas que em médio ou longo prazo pode vir a ganhar participação se os preços aplicados forem ao encontro da disposição de compra e necessidade dos usuários finais.