Hospital Israelita Albert Einstein. Foto: divulgação

O Hospital Israelita Albert Einstein acaba de receber da Furukawa a Certificação Green IT por participar de um programa de reciclagem da companhia.

O projeto ocorreu no começo deste ano, quando o hospital desativou sua área central de TI e extingiu a existência de dois data centers, migrando tudo para uma única estrutura, equipada com cabeamento Furukawa e servidores virtualizados.

Com a unificação dos data centers, cerca de meia tonelada de cabos foi destinada ao programa da Furukawa, que desde 2007 retira e entrega os cabos e componentes a empresas de reciclagem homologadas, que transformam os resíduos (plástico, cobre etc) em matérias-primas para uso em outras indústrias.

“Com isso, 233,5 kg de materiais contaminados com metais pesados deixaram de ser depositados em aterros industriais, evitou-se a extração de 44,3 toneladas de minério de cobre da natureza e possibilitou-se uma redução no consumo de energia elétrica de 4465 kWh, o suficiente para abastecer 30 residências durante um mês”, afirma um material divulgado pelo Einstein à imprensa.

Daqui para a frente, a meta da instituição é destinar ao programa 100% dos descartes de cabeamento estruturado.

“O Green IT Furukawa é 100% brasileiro e atinge desde a fabricação de novos cabos e componentes, que têm o selo do Green Bulding Council e todas as certificações verdes, a praticamente todas as empresas clientes que demandam projetos de substituição e modernização de redes”, conclui Roberto Kihara, gerente geral de Vendas da Furukawa.

De origem japonesa, a companhia fabrica soluções de infraestrutura de comunicações e atende ao mercado brasileiro há 39 anos, com matriz e unidade industrial em Curitiba e fábricas em São Paulo e Argentina.