Terra dos cangurus está sentindo falta de profissionais de TI.

O Departamento de Imigração da Austrália divulgou nesta semana uma lista de carreiras que estão com alta demanda e poucos profissionais no país, incluindo opções na área de TI.

Algumas delas são: analista de negócios de TIC, analista de sistemas, analista programador, engenheiro de software e engenheiro de redes e sistemas.

A Skilled Occupation List (SOL) é válida de julho deste ano a julho de 2015. A ideia é que estrangeiros que atuem nessas áreas consigam vistos para trabalhar na Austrália. As contratações terão início no ano que vem.

Os candidatos devem entrar em contato com o órgão responsável pela análise de candidatos, que no caso da TI é a Australian Computer Society

Na página do órgão existem informações sobre tipos de vistos (permanente ou temporário), possibilidade de conquistar a cidadania australiana, processos seletivos e outras dúvidas sobre as contratações.

A Australian Computer Society realizou uma pesquisa sobre a remuneração dos profissionais de TI da Austrália em 2013. 

O resultado indica que o salário de um engenheiro de software pode variar de US$ 79 mil a US$ 122 mil. Os valores para analista de negócios de TIC, analista de sistemas e engenheiro de redes e sistemas também tem média similar.

Segundo o MyCareer, site de empregos australiano, a média geral para salários de funções de TIC fica em US$ 96 mil ao ano.

O Itnews Graduate Guide, uma publicação para graduados em TI que estão em busca de emprego, listou algumas empresas do setor que atuam na Austrália.

A Cisco, por exemplo, tem mais de 1 mil funcionários na Austrália e Nova Zelândia. A empresa também afirma ter um grande número de canais no país.

O guia cita a Fujitsu como uma das maiores fornecedoras de TIC da Austrália. A empresa tem mais de 70 anos e emprega 5 mil pessoas no país.

Cognizant, IBM e HP também tem atuação na Austrália e aparecem no guia. A publicação também cita bancos, ógãos governamentais, mineradoras e outras empresas que contratam profissionais ligados à tecnologia.

A população da Austrália, de acordo com dados de 2012, é de aproximadamente 22,7 milhões de pessoas. 

De acordo com o Censo 2011, mais de 14 mil australianos declararam ter nascido no Brasil. O número aumentou 93.6% em relação ao Censo de 2006.

A Austrália é o sexto maior país do mundo em termos de área, enquanto o Brasil é o quinto.

A lista de 2013 do Fundo Monetário Internacional aponta a economia da Austrália com a 12ª maior por Produto Interno Bruto (PIB) nominal. O Brasil está em 6⁰ lugar.