Lisane Bufquin, CEO da Beijaflore no Brasil. Foto: Divulgação.

O grupo multinacional francês Beijaflore acaba de adquirir a Maksen Consulting Brasil, empresa da Rede Deloitte. A compra é um passo importante na estruturação da operação da companhia no Brasil.

No ano passado, a Beijaflore passou a ter presença no Brasil, com a contratação de Lisane Bufquin para o cargo de CEO.

Cidadã brasileira e francesa, Lisane é formada em tecnologia da informação pela Universidade de Brasília, com especialização no Institut Control Data em Paris. Na França, trabalhou em multinacionais de tecnologia, atendendo corporações como IBM, Microsoft, Shell, Citroën, Rhône-Poulenc, Technip, BNP Paribas, entre outras.

Em 1993, voltou ao Brasil para abrir o escritório do Groupe Prologue, empresa francesa especializada em tecnologia da informação. Posteriormente fundou a IOS (Informática, Organização e Sistemas), dedicada ao desenvolvimento de sistemas, redes e consultoria. 

Após vender a IOS, em 2010, Lisane teve uma participação no CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) a e integrou uma Corte de Justiça Arbitral, além de ter atuado como sócia em um grupo internacional de headhunter. 

Com a aquisição da Maksen, a Beijaflore estruturou sua unidade de telecom, passando a atender Oi, Vivo e Tim.

“Encontramos na Maksen um empresa com os mesmos modelos de trabalho, critérios de qualidade na entrega e cuidado com os consultores que o grupo Beijaflore aplica”, destaca Lisane.

Agora, a empresa trabalha para estruturar as unidades de finanças & seguros, indústria & serviços e infraestrutura & energia.

O trabalho da Beijaflore é voltado para aconselhamento, assistência de planejamento, execução e gestão de projetos em sistemas de informação, infraestrutura, telecomunicações e energia.

Fundado em 2000, o grupo está presente na França, Bélgica, Suíça, Brasil e Marrocos, com 850 funcionários.

Já a Maksen Brasil, fundada em 2011, oferece uma serviços de consultoria que vão desde o planejamento estratégico até a gestão de implantação no setor de telecomunicações.

A companhia tem 75 colaboradores e fechou 2016 com faturamento de R$ 16,3 milhões. 

Todos os acordos, projetos e equipes de trabalho da Maksen serão mantidos com clientes e parceiros de negócios. Com o passar do tempo, as duas equipes vão operar sob a marca Beijaflore Brasil.