Ebay chegando. Foto: divulgação.

Demorou, mas finalmente o eBay anunciou planos oficiais para estabelecer uma operação no Brasil. Para começar, a multinacional deve lançar dentro das próximas semanas o eBay Moda, um app móvel para venda de artigos de moda.

A aplicação, para smartphones e tablets Android e iOS funcionará como o primeiro teste da empresa junto ao público brasileiro.

Segundo rumores divulgados em julho, a chegada do app deve coincidir com o início da São Paulo Fashion Week, que acontece no final de outubro.

A expectativa é que em até 12 meses outros aplicativos sejam lançados em português, assim como uma versão local do site.

Além da venda de produtos de moda, o app terá conteúdos exclusivos sobre o segmento, com textos e dicas de blogueiros especializados. Inicialmente, as ofertas serão de produtos importados, mas os preços estarão disponíveis em reais.

A escolha pelo setor de moda foi baseada no acentuado crescimento das vendas deste tipo de produto no e-commerce brasileiro, sendo a mais importante do país no primeiro semestre.

Impulsionado por sites como Dafiti, o setor de moda representou 13,7% dos R$ 12,7 bilhões em vendas no comércio eletrônico, segundo informações do e-Bit. As compras por dispositivos móveis representaram 3,6% do total.

Conforme explica Ryan Melcher, diretor de inovação na área de mobilidade, de acordo com a procura por conta dos brasileiros, serão feitas promoções e descontos com produtos esepcíficos.

EBAY

Embora a empresa não divulgou valores, a chegada ao Brasil também envolverá uma campanha de marketing, nos moldes da estratégia da companhia em sua aterrisagem em mercados emergentes, como a Rússia.

"Estamos aprendendo muito na Rússia. Queremos ter uma abordagem mais centralizada, com funcionários locais apenas para as funções específicas", disse Luis Arjona, country manager do eBay no Brasil.

Segundo o executivo, a dinâmica de entrada é mais facilitada no Brasil devido à experiência anterior de nacionalização das operações do PayPal - ferramenta de pagamento eletrônico do eBay - que já está no país desde 2010.

O eBay nasceu em 1995 como um site de leilão virtual, mas ultimamente se estabeleceu como uma plataforma mundial de vendas entre comerciantes menores e pessoas físicas, com 180 milhões de usuários. Atualmente, 70% das vendas do eBay são de itens novos.

Globalmente, só no primeiro trimestre de 2013, a companhia registrou faturamento de US$ 3,7 bilhões.

Com este perfil, o eBay pode se apresentar como um rival ao Mercado Livre, o maior expoente do segmento na América Latina - que o eBay inclusive tem participação acionária de 18%.

No entanto, como afirma Arjona, não há conflitos de interesses, já que se trata de um investimento da eBay Inc. (controladora do site) que não interfere no investimento no Brasil.

Ao firmar sua bandeira no Brasil, o eBay também fixa sua mira em outro potencial rival americano que está gradualmente chegando ao país e deve implantar uma dinâmica de marketplace semelhante, assim como já faz nos EUA: a Amazon.

"Já temos uma operação aqui há algum tempo, a Amazon também chegará em breve, e eles precisavam se mexer. Isso faz o mercado se desenvolver", disse.