Marcos Eboli. Foto: divulgação.

O Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), entidade responsável pela arrecadação de direitos autorais de execução pública de músicas no país, adotou tecnologias da HP para suportar sua operação de TI.

Em um projeto realizado pela Micro-Mídia Informática, a empresa montou um data center próprio com tecnologia de servidores e armazenamento da HP. O valor do projeto não foi aberto.

Na estrutura, a entidade passou a rodar suas soluções próprias Ecad.Tec CIA Rádio, capaz de captar, gravar, identificar e armazenar as músicas executadas pelas rádios, e Ecad.Tec CIA Audiovisual, responsável pela identificação das músicas em canais de televisão.

De acordo com o Ecad, a infraestrutura HP, baseada nos equipamentos 3PAR e StoreOnce, serve como base para um banco de dados de áudio que permite identificar todas as gravações das músicas e programação das emissoras de rádio e canais de TV monitorados em todo o Brasil.

O Ecad conta hoje com 134 servidores virtuais, 89 servidores físicos, atendendo 78 colaboradores espalhados por 34 unidades da empresa em todo o país.

A base de dados é de quase 4 TB por mês, monitorando 600 rádios e 48 canais de TV em sistema 24x7. Para atender à demanda de rádio, são utilizados 67 servidores para 24 unidades de captação, responsáveis por 430.560 horas de gravação por mês.

Os canais de televisão dispõem de uma unidade de captação com nove servidores (sendo seis para produção e três para backup), responsáveis por 34.560 horas de gravação por mês.

Segundo Marcos Eboli, gerente de qualidade de serviços de TI do Ecad, a automatização dos processos trouxe agilidade na identificação das músicas.

"Se antes eram necessários 40 minutos para o reconhecimento de uma hora de música, esse processo passou a levar quatro minutos para a mesma hora de programação", afirmou o executivo.

Para Eboli, o investimento em automação e um ambiente robusto de TI se reflete no crescimento da empresa. Nos últimos cinco anos houve um aumento de 182% na arrecadação, com 2014 sendo o ano de maior repasse de direitos da história, com cerca de R$ 900 milhões.

“Nossos números positivos nos provam que investir na TI é fazer a organização crescer. A contribuição da HP foi essencial neste processo, oferecendo agilidade, qualidade, segurança e confiança nos produtos e serviços”, completa o gerente, que já cogita novas atualizações.

Fundado em 1971 e formado nove associações que representam profissionais da música e produtores fonográficos, o Ecad centraliza a arrecadação e distribuição dos direitos autorais de execução pública musical.