A APAS tem um conselho composto por representantes eleitos das redes de supermercado associadas. Foto: Pexels.

O conselho e as diretorias da APAS (Associação Paulista de Supermercados) adotou a plataforma de governança corporativa Atlas Governance. O conselho é composto por representantes eleitos das redes de supermercado associadas à APAS.

Com o sistema, o objetivo é organizar a gestão do conselho, facilitar a rotina de reuniões e otimizar os encontros.

Recentemente, a APAS desenvolveu um projeto de aperfeiçoamento do modelo de Governança Corporativa, com o objetivo de reestruturar os órgãos diretivos, executivos e operacionais da entidade. 

A Atlas Governance faz parte do projeto, que busca tornar a operação mais eficiente.

Um dos pontos importantes para a adoção foi a necessidade de organizar os documentos de uma forma que possibilitasse o acesso remoto e seguro, pensando nos conselheiros externos. 

No sistema, a segurança inclui criptografia e identificação com marcas d'água personalizadas.

“Há um ganho expressivo na gestão de tempo, já que a solução ajuda na organização da reunião, compartilhamento e proteção de materiais, além de acompanhar a implementação das decisões tomadas. Além disso, todos os conselheiros podem acessar os documentos a qualquer momento, de qualquer dispositivo, graças aos recursos avançados de segurança e usabilidade", comenta Renata Baptista, customer success da Atlas Governance.

A implementação aconteceu em janeiro de 2019 e, antes de fechar o primeiro semestre, a plataforma já possui 131 usuários, entre eles, conselheiros, mercadistas e secretários.

Em fevereiro, a Atlas Governance realizou uma segunda rodada de investimentos para a expansão de seu portal. O valor, de aproximadamente R$ 1,5 milhão, foi captado de um grupo formado por 21 investidores, entre eles Leonardo Pereira (ex-presidente da CVM), Wilson Amaral (ex-CEO da Gafisa), Paulo Camargo (CEO do McDonalds America Latina), Diego Stark (Managing Director do fundo Southern Cross) e Julio Sergio Cardozo (ex-CEO Ernest & Young). 

Na época, a empresa atendia a 35 clientes de grande porte, com a expectativa de chegar a mais de 180 clientes até o final de 2019.