Salgado Filho, via Instagram. Foto: flickr.com/photos/nagelstein/

Um número não determinado de clientes da GVT na área próxima ao Salgado Filho, em Porto Alegre, atravessa problemas de conectividade desde que um cabo da operadora se rompeu por causas não determinadas dentro das instalações do aeroporto nesta segunda-feira, 15.

O Baguete Diário teve acesso a uma troca de e-mails entre um cliente e o atendimento da empresa, na qual um colaborador da GVT informa que a demora no restabelecimento do serviço se deve à exigência da Infraero de fazer ela mesma o reparo, o que, devido à curta janela disponível, estaria demorando.

Procurada pela reportagem do site, a GVT confirmou o rompimento do cabo e a instabilidade, ainda que não a data na qual a mesma teria começado.

Ainda de acordo com a operadora, equipes da GVT, já em contato com equipes de manutenção do aeroporto, farão a substituição do cabo entre 0h e 5h desta sexta-feira, 19, solucionando o problema.

Já a Infraero, responsável pela administração do Salgado Filho, confirmou através da sua assessoria de imprensa que existem restrições de horários por medidas de segurança para reparos no local, mas não confirmou que elas se aplicaram no caso específico da GVT.

ÁREA EM CRESCIMENTO
Escassamente populada, a área do entorno do Salgado Filho está em transformação, com a instalação de novas empresas e residências no local, situação que pode fazer com que problemas de telecomunicações sejam mais graves no futuro.

Empresas como Medabil e Vipal já têm sedes nas proximidades, onde recentemente o grupo Accor investiu R$ 30 milhões na inauguração de um hotel da rede Novotel.

No embalo da construção da Arena do Grêmio, uma obra R$ 500 milhões atualmente próxima da metade e com previsão de entrega para novembro de 2012, a expectativa é que a região receba condomínios residenciais e shopping centers.