Fundição Tupy, agora na Bovespa. Foto: divulgação.

A joinvilense Fundição Tupy anunciou esta semana a sua adesão à BM&FBovespa, no segmento de governança corporativa Novo Mercado.

A companhia é a maior fundição da América Latina e maior fabricante de blocos e cabeçotes do hemisfério ocidental, desenvolvendo e produzindo componentes para o setor automotivo.

Além da indústria automotora, a empresa atende a segmentos da indústria e construção com a produção de conexões de ferro maleável, granalhas de aço e perfis contínuos, segundo destaca a revista Amanhã.

Com esta adesão, a Tupy passa a ser a 131ª empresa listada no Novo Mercado. A companhia catarinense é a 32ª empresa da região de acordo com o ranking 500 Maiores do Sul publicado pela revista gaúcha e a consultoria PwC.

A entrada da empresa na bolsa é mais um passo na direção de um novo modelo de gestão para a companhia. Em janeiro, o Baguete divulgou com exclusividade que a Tupy iniciou a implementação de um sistema de gestão da SAP.

Com a decisão, sai de cena na empresa ERP Logix. Criado dentro da Tupy, o sistema de gestão deu origem a Logocenter em 1988 e foi vendido no mercado de forma independente até a aquisição pela Totvs, em 2005.

A Tupy tem investido no aumento de produção. Em julho do ano passado, inaugurou sua terceira fundição na cidade em Joinville, um investimento de R$ 157 milhões.

Em 2011, o faturamento líquido da Tupy foi de R$ 2,18 bilhões e o lucro líquido de R$ 203,4 milhões.