Baguete
InícioNotícias> CDL Porto Alegre: NF-e com Myrp

Tamanho da fonte:-A+A

ASSOCIADAS

CDL Porto Alegre: NF-e com Myrp

Júlia Merker
// terça, 18/10/2016 11:32

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre (CDL POA) firmou um acordo com a Inventti para oferecer às mais de 4 mil empresas associadas o Myrp, sistema online para a emissão da nota fiscal do consumidor eletrônica (NFC-e) e a gestão de negócios para o varejo.

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Porto Alegre firmou um acordo com a Myrp. Foto: Divulgação.

Além de funcionalidades básicas, como a emissão de NFC-e e NF-e, envio de NFC-e por e-mail e geração de backup automático, o sistema de gestão Myrp inclui controles como a gestão do estoque do varejista e gestão financeira, com fluxo de caixa e registros das contas a pagar e receber.

O sistema faz a gestão online e pode emitir a NFC-e de forma offline, ou seja, mesmo em situações de falha de conexão da internet, a emissão pode ser feita. Neste caso, os dados são enviados para a Secretaria da Fazenda quando a conexão é normalizada. 

“O objetivo de trabalhar a parte associativa é de que a CDL POA consiga, na escala, oferecer as ferramentas a preços mais competitivos dos que os que existem no mercado, já que quando elas procuram isso de forma individual, os custos são bem mais altos”, afirma o gestor comercial da CDL Porto Alegre, Paulo Roberto Borba.

A Inventti, de Blumenau, também tem acordos com entidades comerciais de outros estados do Brasil para o uso do Myrp.

A Associação Comercial do Paraná (ACP) oferece aos seus associados o sistema de gestão Myrp desde julho de 2015, quando o Paraná iniciou seu cronograma de obrigatoriedades de NFC-e.

Inicialmente, a exigência foi para os postos de combustíveis e novas áreas foram adicionadas ao longo de seis meses. Em janeiro deste ano, a regra passou a ser válida para um total de 93 segmentos do comércio.

A Associação Comercial de São Paulo (ACSP) também está disponibilizando o Myrp para seus dez mil associados. O foco é na emissão do Cupom Fiscal Eletrônico do Sistema Autenticador e Transmissor (CF-e-S@T), que é o documento fiscal do varejo exclusivo para o estado de São Paulo. 

A expectativa dos dirigentes da ACSP é que cerca de 1 mil varejistas adotem o sistema emissor a cada ano. 

“Acreditamos nisso pela oferta de valor aderente ao nosso público, formado por MPEs que não possuem uma área de tecnologia própria”, diz o superintendente de Comunicação e Marketing da ACSP, Taicir Khalil.

A CDLRio é outra entidade que incentiva o uso do sistema de gestão Myrp entre seus associados. A parceria começou com a chegada de uma abrangente obrigatoriedade de emissão de Nota Fiscal do Consumidor eletrônica (NFC-e) em julho deste ano.

“O sistema é bastante adequado ao perfil dos associados dessas entidades, pois tem um layout fácil de ser entendido e bastante eficiente, e pode rapidamente ser utilizado pelo empresário, sem necessidade de conhecimento prévio ou treinamentos específicos”, explica o diretor de marketing do Myrp, Tibério César Valcanaia

Júlia Merker