“Culture eats strategy for breakfast, sabe o que eu quero dizer?". Foto: Pexels.

A cultura interna da empresa, ou a dificuldade em mudar a cultura interna da empresa, é um  grande barreira à mudança e à inovação.  

Você provavelmente já ouviu em alguma palestra a célebre frase de Peter Drucker: “Culture eats strategy for breakfast”.

Pensando nisso, o Gartner fez uma lista com 10 truques que CIOs podem usar para fazer avançar seus projetos de transformação digital, ou, para usar a linguagem malandra da consultoria, 10 “hacks” para que os CIOs atuem como “hackers culturais”,  promovendo ações que quebrem os “paradigmas internalizados” e agilizem as transformações internas de suas operações. 

"Por hackers de cultura, não queremos dizer que os CIOs devem encontrar um ponto fraco e invadir um sistema ilegalmente", diz Mary Mesaglio, vice-presidente e analista do Gartner. "Trata-se de encontrar pontos vulneráveis em sua cultura e transformá-los em mudanças reais que permanecem e suportam o dia a dia das organizações rumo ao futuro na era digital", agrega a VP.

Sem mais demoras, vamos aos truques, quero dizer, hacks: 

1. Garanta que todas as reuniões apoiam a nova estratégia - Imagine que, na segunda-feira, você anuncia uma nova estratégia digital. Na terça-feira, em sua primeira reunião do dia, pergunte como essa discussão poderá ajudar a impulsionar a nova estratégia digital comunicada um dia antes. Se não houver respostas, cancele a reunião e verifique que as discussões não reapareçam na sua programação (ou na de ninguém) até que todos entendam como avançar na estratégia a ser implementada.

 2. Celebre o fracasso - Quando o CIO da DirecTV quis criar uma cultura onde se celebrava o aprendizado do fracasso, ele começou compartilhando seus próprios erros. Celebre o fracasso e as lições aprendidas com eles. Ao compartilhar suas falhas, o CIO consegue aumentar a tolerância ao risco, que é um tipo de mudança de cultura.

3. Regra de decisão de 48 horas - Crie uma regra em que todas as decisões precisam ser tomadas dentro de 48 horas. Isso muda a responsabilidade e permite novas abordagens de atuação. Por exemplo: um CIO da área de governo disse à sua equipe que ganha dois pontos por tomar uma decisão e perde um ponto se for uma má decisão. Se você tomar uma decisão ruim, ainda estará mais à frente do que se não tivesse tomado nenhuma decisão.

4. Decisões de recompensa - O exemplo acima não trata de manter a pontuação, mas de criar uma nova mentalidade entre os gerentes. Por sua vez, o CIO descobriu que sua equipe estava intensificando e aproveitando mais o trabalho. Além disso, o CIO reduziu de 70% de seu tempo trabalhando em questões internas para menos de 40% do tempo.

5. Remova os móveis da sala de reuniões - Embora bem-intencionadas, as reuniões permanentes às vezes podem se arrastar e se transformar em sessões prolongadas de reclamação. Uma dica para evitar isso é remover todos os móveis da sala. Se não houver lugar para sentar, descontrair ou descansar o cotovelo, também não haverá lugar confortável para se acomodar em um espaço negativo.

6. Abra espaço para as perguntas difíceis - Não termine nenhuma reunião até que seus funcionários façam três perguntas realmente difíceis. Para mudar a mentalidade, você precisa estar disposto a enfrentar as questões difíceis em aberto.

7. Admita que você não tem todas as respostas - Realisticamente, você não terá todas as respostas para as perguntas difíceis. A boa notícia é que, ao admitir isso, você não desejará ter todas as respostas. Isso cria uma mentalidade de crescimento e um ambiente focado no aprendizado.

8. Cancelar reuniões de status - Os CIOs gastam até 70% de seu tempo de trabalho lidando com reuniões e e-mails. Cancele as reuniões de status e substitua-as por breves atualizações por escrito. Isso muda a autoridade de tomada de decisão para os proprietários do projeto, permitindo que eles avancem e tomem medidas.

9. Hackeie as agendas de suas reuniões - As reuniões se tornam improdutivas quando se tornam longas demais ou se as pessoas chegam tarde. Para otimizar as conversas, misture a estrutura de suas reuniões, movendo a votação e a tomada de decisões para o início e guardando as discussões para mais tarde.

10. Estabeleça o modelo “15/60/15” de reuniões - Os dias repletos de reuniões consecutivas podem ser estressantes e deixar pouco tempo para reagir ou pensar nas ações criadas a partir das discussões. Tente marcar uma reunião por 90 minutos e reservar os primeiros e os últimos 15 minutos para checar os e-mails, acompanhar as sugestões de reuniões ou verificar o andamento de outro projeto.

A lista do Gartner é uma palhinha das discussões que acontecem no IT Symposium/Xpo 2019, principal evento do Gartner no Brasil, que acontecerá de 28 a 31 de outubro.