Foto: divulgação.

No mundo dos automóveis é comum fazer pesquisas para descobrir os gostos dos homens e das mulheres em relação aos diversos modelos que as marcas lançam no mercado. Desse modo é possível oferecer aos consumidores aquilo que estão procurando. E as mulheres são, hoje em dia, a maior porcentagem de compradoras de carros.

Existem diversos motivos pelos quais uma pessoa quer comprar um carro, mas para as mulheres, na atualidade, os principais motivos estão relacionados com a saúde e a segurança. Daí que os carros usados da Peugeot, por exemplo, sejam o objetivo de muitas delas, que encontram nessa marca aquilo que estão buscando.

Em primeiro lugar, a explicação do porquê da escolha de carros à venda da marca Peugeot usados: o preço que vão pagar por um carro usado será sempre menor que o valor de um carro 0 km e, por outro lado, em um carro usado poderão encontrar todos os acessórios que desejam ter em um veículo.

Você estará se perguntando: Mas um carro novo não vem com todos os acessórios? Pois é... nem sempre isso acontece. Muitos modelos saem de fábrica até sem ar condicionado, sem vidros elétricos ou sistema multimídia. Geralmente, são carros populares que, sem esses acessórios, é possível vender a valores mais em conta para a maioria da população.

Outros modelos de carros compactos também não têm instalados determinados acessórios que, graças ao pedido do novo proprietário, são colocados após um pagamento extra. Assim, o segundo dono poderá usufruir de tudo aquilo que o primeiro dono instalou pagando, por fora, sem a necessidade de gastar mais dinheiro.

 

O que é que um carro deve ter para uma mulher gostar dele?

Os aspectos mais importantes para a escolha definitiva de um carro segundo o ponto de vista das mulheres são:

  • segurança
  • conforto
  • tecnologia
  • cor
  • financiamento
  • relação custo – benefício

No topo da lista, segurança. Ela deve se sentir segura e, principalmente, procura que os filhos, a família, os seres queridos que viagem com ela no veículo, estejam seguros.

Depois, o conforto, o espaço. As mulheres que têm filhos pequenos, procuram um carro onde eles possam viajar confortavelmente nas cadeirinhas. Somado a isso, precisam de um porta-malas espaçoso, pois precisam transportar o carrinho da criança!

A tecnologia figura em terceiro lugar. Poder contar com o sistema de ajuda à direção, sensores de proximidade, por exemplo, freios de emergência, é fundamental para elas. Ao mesmo tempo, a conectividade é muito importante: poder contar com Bluetooth no veículo, com entrada USB para carregar o smartphone, com painel digital, multimídia, etc.

A cor é importante, mas isso varia de mulher para mulher: algumas gostam do branco, outras do vermelho, por exemplo. O que é realmente importante para elas é que o veículo tenha a cor original perfeita, que não haja arranhões nem nada que tire o brilho do carro.

Quanto ao financiamento e à relação custo – beneficio, elas sabem cuidar bem do bolso e sabem como tirar proveito de cada oportunidade. Por isso, pesquisam muito sobre quanto custa ter o tanque cheio, quantos quilômetros podem ser rodados por litro de combustível, qual é o valor do seguro e das taxas e impostos que devem ser pagos religiosamente.

 

Que modelos preferem as mulheres?

Geralmente, as mulheres gostam mais de modelos compactos, que sejam práticos e fáceis de conduzir e, principalmente, de estacionar. Porém, com filhos, preferem os modelos mais espaçosos e seguros, com airbags na frente e nos lados, para todo mundo ficar protegido.

Por outro lado, preferem também os carros automáticos, que são mais práticos e confortáveis para elas dirigirem. Segundo pesquisas, as mulheres passam mais tempo dentro do carro do que os homens e isso é compreensível: levar e buscar os filhos na escola, levar e buscar os filhos nos cursinhos, nas festas infantis, ir para o supermercado e se além de mães, são profissionais, todo cálculo fica em dobro!

Se for uma mulher jovem, sem filhos, geralmente escolhem modelos mais esportivos, mas sempre com muita segurança e conectividade. Isso último é fundamental para elas, que vivem conectadas às redes sociais e precisam tudo ‘na palma da mão e num piscar de olhos’!