Michael Dell. Foto: divulgação.

A Dell, em meio a um processo de busca de capitalização para sustentar sua compra da EMC anunciada em novembro, está preparando o IPO da SecureWorks, empresa comprada em 2011 por US$ 612 milhões.

Segundo reporta o Business Insider, a Dell não divulgou detalhes de quanto ela espera faturar com a oferta pública de ações. Entretanto, analistas apontam que cerca de US$ 1 bilhão podem ser levantados na operação.

Atualmente a SecureWorks pertence essencialmente ao CEO Michael Dell e o fundo Silver Lake, que fecharam o capital da Dell em 2013. Dell detém 71% da companhia.

A SecureWorks é uma empresa focada em soluções de gerenciamento de segurança em cloud, que tem soluções para monitoramento contra malware e ataques maliciosos em infraestruturas de TI.

Segundo dados divulgados pela companhia, a empresa teve um faturamento de US$ 245,4 milhões nos primeiros nove meses de 2015, crescimento de 29% sobre os US$ 190,7 milhões contabilizados no mesmo período no ano anterior.

Apesar do crescimento em receita, a companhia contabiliza perdas de US$ 57,5 milhões no período, devido a despesas em sua divisão de pesquisa e desenvolvimento.

A decisão da Dell em fazer o spin-off da SecureWorks e sua abertura de capital faz parte de um plano da Dell para captar US$ 10 bilhões a curto prazo. Essa meta servirá para cobrir o rombo de US$ 50 bilhões nos cofres da companhia, que pagou US$ 67 bilhões pela EMC.

Além da transação referente à SecureWorks, a Dell estuda a venda de outros de seus negócios, alguns deles que se sobrepõem a produtos que chegam com o portfólio da Federação EMC.

A companhia está estudando formas de vender a Perot Systems, empresa que integra o portfólio de oursourcing de TI da multinacional, por cerca de US$ 5 bilhões. Negócios como o da Quest Software (banco de dados) e SonicWall (segurança), empresas compradas em 2012, também estão na pauta da Dell para possíveis negociações.