Apple se aproximando da Tesla Motors. Foto: divulgação.

Já pensando em um possível declínio nas vendas de seus smartphones e tablets, a Apple está mirando novos mercados, incluindo carros e equipamentos médicos.

Segundo o jornal San Francisco Chronicle, uma fonte destacou que executivos da Apple estão se aproximando da Tesla Motors, a badalada fabricante de carros elétricos de Elon Musk, um dos fundadores do PayPal.

As conversas entre a Apple e a Tesla já datam do ano passado, com rumores inclusive de que a dona do iPhone compraria uma parte da empresa de automóveis. No entanto, nada foi oficializado nem comentado pelas empresas.

Segundo analistas, com o crescimento da Tesla no mercado em 2013, o mais plausível seria uma parceria entre as duas companhias. A fabricante de carros tem fama de criar painéis inteligentes para seus modelos.

Para Thomas Lee, do Chronicle, implantar uma interface criada pela Apple em seus modelos poderia ser um ganho imenso para a Tesla em termos de apelo mercadológico. Isso sem contar que ter a Apple ao lado também rende acesso facilitado a investimentos para pesquisa em novos carros e tecnologias.

Outro segmento em que a Apple está investindo é o de equipamentos médicos, principalmente em tecnologias de sensores para a prevenção de doenças cardíacas. Uma das tecnologias desenvolvidas pela empresa usa o reconhecimento do som do sangue circulando pelas veias para detectar anomalias.

Conforme o jornal californiano, estas funcionalidades podem ser utilizadas nos wearables projetados pela Apple, como o há muito tempo esperado smartwatch da empresa.

No entanto, conforme explica Bill Kreher, analista da Edward Jones Investments, a Apple está certa em tentar novos mercados, saindo da sombra dos gadgets, no qual hoje enfrenta uma concorrência acirrada.

"A Apple precisa confiar cada vez mais em novos produtos para reacender seu crescimento e visão de futuro. Eles precisam ter o próximo 'grande produto'", destacou o analista.