Maurício Prado Silva.

Maurício Prado Silva, ex-vice presidente de vendas da área de Business Applications da Oracle, acaba de assumir o cargo de diretor-geral para América Latina da Pegasystems, uma multinacional americana de software de gestão de relacionamento com o consumidor (CRM, na sigla em inglês).

Apesar de ser uma empresa de médio porte nos Estados Unidos, com faturamento na casa dos US$ 800 milhões, a Pegasystems é uma novata no Brasil, onde abriu operação em julho do ano passado.

Prado é um reforço de peso. Antes da Oracle, ele foi por quatro anos presidente da subsidiária brasileira da SalesForce, a principal player no mercado mundial de CRM. 

Ele foi também gerente-geral da Divisão Dynamics da Microsoft, onde está o produto de CRM da empresa.

Prado é experiente, no mercado desde a metade dos anos 90, com passagem por cargos de alto nível em SAP, Microsoft e Expedia.

“Nosso objetivo inicial será crescer a base de clientes, ampliar nossa presença e fortalecer as alianças com parceiros de negócios”, afirma Prado.

A primeira contratação importante no Brasil foi Dagoberto Freitas, ex-country manager da fabricante de thin clients israelense Chip PC.

Apesar de ser um nome recente no país, a Pega tem alguns clientes de peso, entre o maior deles a Oi, que usou a plataforma da empresa para criar um sistema unificado 22 operações, nove mil agentes de central de atendimento e 1 mil lojas.

Fundada há 35 anos, em Massachusetts, a Pega conta com mais de 4 mil colaboradores em 38 países, tendo Estados Unidos, Reino Unido e Austrália como suas principais bases. A empresa fatura anualmente US$ 892 milhões.